SE EDUARDO COUDET QUER UM TAPETE, NÓS DAMOS A ELE UM TAPETE

 

Em rodada com horários atípicos, Internacional finalmente desembarca na competição, após poder jogar em um gramado decente pela primeira vez, confira: (contém ironia)

 

Foto: Ricardo Duarte

 

Na tarde desta quarta-feira (29), o Colorado recebeu a equipe do Aimoré, pela 6ª rodada do segundo turno do Campeonato Gaúcho. As equipes se enfrentaram em partida que teve início às 15h, no CT Morada dos Quero-Queros, na cidade de Alvorada, que após muitos imbróglios teve a liberação da prefeitura para a realização de jogos.

Para o Colorado só a vitória interessava para passar tranquilamente às semifinais da Taça Francisco Novelletto e não depender de nenhum resultado paralelo e ela veio.

Coincidentemente, o Internacional e o bom futebol se encontraram em um gramado de boa qualidade.

O time que foi a campo contou com: Marcelo Lomba; Saravia, Bruno Fuchs, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Lindoso, Edenilson, Marcos Guilherme e Boschilia; Thiago Galhardo e Guerrero. 

Foto: Ricardo Duarte

 

Com a formação mais próxima do que se acredita ser o ideal e com a primeira partida de duas peças importantíssimas para o esquema de jogo, Bruno Fuchs e Thiago Galhardo,  o Colorado se mostrou infinitamente melhor do que nas duas apresentações anteriores.

Com um resultado que saiu barato para o adversário, Paolo Guerrero marcou duas vezes, uma em cada tempo. Aos 19’ da primeira etapa, o camisa 9 recebeu um passe açucarado de quem corre a passos largos para ser a melhor contratação da temporada, Galhardo deixou a bola redondinha e Guerrero só teve que marcar.

Entre um gol e outro, Alisson Becker depois de guardar seus troféus na Inglaterra, veio a Alvorada e incorporou no corpo do goleiro Luiz Felipe, que como um “gaaaaaato” não deixou que o placar fosse mais esticado. Foram várias as oportunidades do Colorado que pararam nas mãos do goleiro.

Aos 15’ do segundo tempo, Guerrero outra vez. Depois de falha na saída de bola do adversário, Paolo não perdoou. Na sequência ainda marcou o hat-trick, que a arbitragem anulou, assinalando impedimento.

Foto: Ricardo Duarte

 

D’Alessandro e Nonato entraram na etapa final, nos lugares respectivos de Boschilia e Edenilson. Com a entrada do 10, Cuesta que vinha de capitão foi oferecer ao baixinho a braçadeira, que recusou.

D’Ale se recusou também a aumentar o placar, no apagar das luzes Patrick é derrubado na área pênalti no aniversariante do dia, mas é D’Alessandro quem bate, e bate no travessão.

Fim de jogo em Alvorada, Internacional 2x0 Aimoré! Resultado até injusto, diante da superioridade alvirrubra na partida, que fez do arqueiro do Capilé, com várias defesas difíceis um algoz de um resultado a altura.

Em uma rodada fora das normalidades, todos os jogos ocorreram ao mesmo tempo, desta maneira o Colorado já saiu de campo sabendo quem seria seu adversário na próxima fase, aparentemente a única coisa que a delegação nunca sabe é a respeito das decisões municipais de permitir ou não a realização dos jogos. 

Com a vitória o Colorado garante a melhor campanha geral do Gauchão, muito graças a excelente evolução que vinha fazendo antes da paralisação, do outro lado o adversário das semifinais  é o Esportivo, que derrotou o Juventude com um resultado de 3x2. 

No final da partida, Eduardo Coudet teria dado a seguinte declaração: “Com meu tapetinho eu consigo.”

 

Jéssica Salini, de torcedora para torcedora.

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo.