SEGUIMOS NA BUSCA PELO TÍTULO

 

O Flamengo goleou o time reserva do Santos por 4x1 no Maracanã, neste domingo (13), pela 25° rodada do Brasileirão.

Desde o primeiro minuto, o Flamengo tomou conta do jogo. No início, o adversário até se defendeu e só levou um gol. Nos 45 minutos finais, os cariocas foram superiores e contaram com duas falhas do goleiro João Paulo.

O gol que abriu o placar foi do camisa 8 do Flamengo. Bruno Henrique cruzou e Gerson cabeceou com perigo aos 41', na base da insistência.

No segundo tempo, o Rubro-Negro não demorou a aumentar a vantagem. Bruno Henrique realizou uma jogada individual, cruzou e o jogador Alex puxou a camisa de Arrascaeta antes da saída do gol de João Paulo. A arbitragem marcou pênalti e Gabigol converteu, aos quatro minutos. 

Depois disso, os reservas do Santos não conseguiram mais manter o ritmo de jogo e parar os coringas. 

 

 

As definições de vapo foram atualizadas com sucesso. Fonte: Alexandre Vidal.

 

Aos 15', Bruno Henrique passou novamente como quis, bagunçando tudo e João Paulo falhou, sobrando para Filipe Luis empurrou para o fundo das redes. 3x0

Aos 25' a goleada foi confirmada. Em outra falha, novamente de João Paulo, o goleiro cometeu um pênalti em Everton Ribeiro. Gabigol cobrou no mesmo canto e converteu. 4x0.

Pensávamos que o Flamengo iria terminar o jogo sem levar ao menos um golzinho, mas como conhecemos o time que torcemos, já sabíamos o que estava por vir e não foi diferente; aos 29', Bruno Marques, que tinha acabado de entrar na partida, descontou para os visitantes. 

Ainda no final, deu tempo do Flamengo acertar o travessão de João Paulo com Pepê aos 38'. Fim de jogo: 4x1 Flamengo. Com a vitória, o Flamengo segue em terceiro, com 45 pontos. Já o Santos está em oitavo, com 38.

Agora, o Mais Querido só retorna a campo no próximo domingo (20), para enfrentar o Bahia, no Maracanã, às 18h15. 

 

TUA GLÓRIA É LUTAR!

CONTRA TUDO E CONTRA TODOS.

 

Por: Rhayanne Athyrsa.

Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Portal Mulheres em Campo.