Seja o que Deus quiser!

 

        

Foto: Reprodução Internet

 

O jogo de volta pela semifinal da Copa do Brasil, acontecerá no Estádio Independência, às 21:45 hrs em Belo Horizonte. Coincidência ou não a partida será no dia de finados e apenas um dos dois times seguirá vivo para a final, o outro será definitivamente morto e enterrado na competição.

Na primeira disputa o colorado em casa acabou cedendo uma virada nos últimos minutos, perdendo por 2×1, uma partida onde o Inter esboçou um bom futebol e antes mesmo de levar o segundo gol, teve cinco chances claras de matar o jogo. Agora o time gaúcho precisará de uma verdadeira reviravolta e pelo regulamento, mesmo que o Atlético-MG perca por 1×0 , os mineiros estarão classificados para a grande final.

A obrigação do colorado será de marcar pelo menos 2 gols e sair com uma vitória, tarefa nada fácil para quem não vence fora de casa à cinco meses. São 16 partidas como visitante nos dois campeonatos, com 12 derrotas e 4 empates, um aproveitamento infeliz de 8,3%.

 

HISTÓRICO DE CONFRONTOS: INTER × ATLÉTICO MG

 

84 jogos

35 vitórias do INTER

27 vitórias do ATLETICO MG

22 empates

 
 
 

EQUIPE MINEIRA:

 

Partida da vida para uma vaga na final!

Tem a vantagem de ter feito gol fora de casa.

Sem o Fred o técnico Marcelo Oliveira vai apostar as fichas em Lucas Pratto e Robinho no ataque.

A promessa é de casa cheia, cerca de 17 mil torcedores estarão lá empurrando seu time.

Escalação: Victor; Carlos César, Gabriel, Erazo e Fábio Santos; Rafael Carioca, Leandro Donizete, Júnior Urso e Otero; Robinho e Lucas Pratto.

 
 

EQUIPE GAÚCHA:

 

Vai a campo com time reserva, pois está mais focado no Brasileirão, principalmente depois de ter empatado com o Santa Cruz. Neste time Celso Roth deixará Seijas novamente no banco e usará Willian improvisado no meio- campo.

 

Foto: Reprodução Internet

 

Escalação: Danilo Fernandes; Ceará, Alan Costa, Ernando e Artur; Rodrigo Dourado, Eduardo H., Willian, Anderson e Valdívia; Aylon.

 
 

Arbitragem: Jailson Macedo de Freitas( BA), auxiliado por Alessandro Rocha Matos ( BA) e Bruno Pires( GO).

 

Vamos para essa semifinal com o pensamento de "seja o  que Deus quiser", pois sabemos que a situação não é favorável ao colorado, mas a esperança é a última que morre.

 

Alice Bernardo, levarei teu nome comigo por onde for, vamo Inter!