SEM BRUNO HENRIQUE E COM ARRASCAETA LESIONADO NO INÍCIO DO PRIMEIRO TEMPO, O FLAMENGO É ELIMINADO PELO FURACÃO

Jogo quarta-feira à noite, Copa do Brasil, Maracanã com 70 mil torcedores, torcida apoiando o time, para no final terminar com um Flamengo eliminado nas penalidades dentro de casa.

O Fla teve tempo e oportunidades para matar o jogo, mas não o fez. As cobranças de pênalti foram horríveis. E a bola pune, os méritos também ficam com o Athletico.

Depois de um empate em 1 a 1 no tempo regular (o mesmo placar de Curitiba), o CAP eliminou o Flamengo nos pênaltis por 3x1. 

O time carioca começou o jogo impondo uma grande pressão, com Jorge Jesus escalando Cuellar no lugar de Arão e Lincoln ao lado de Gabigol no ataque. O time teve a oportunidade de abrir o placar por volta dos 10' com Arrascaeta de cabeça, mas Santos, goleiro do Athletico fez a defesa. 

Aos 12' minutos, a desgraça aconteceu. Com uma suposta lesão muscular na coxa direita, Arraxca teve que deixar o campo. Com isso, Jorge Jesus colocou Vitinho como titular após a saída do camisa 14.

Aos 15', Gabigol tocou para o lateral Rafinha,  que cruzou para Lincoln, mas Santos defendeu e a bola ainda bateu na maldita trave esquerda. 

Aos poucos Ribas e Everton Ribeiro se mostraram sobrecarregados e começaram a sofrer com a marcação forte do time Paranaense. 

O segundo tempo foi disputado de igual para igual, Flamengo não estava com o mesmo gás do primeiro tempo.

Aos 16', Vitinho fez uma bela jogada pela esquerda, cruzou para a área, Everton Ribeiro escorou de cabeça e Gabigol bateu de primeira fazendo o primeiro gol do jogo.

O gol enlouqueceu a Nação Flamenguista, mas como paz e Flamengo não combinam, para o nosso azar aos 31' o time Paranaense empatou o jogo.  1a1. 

E o coração acelerado, os minutos passando cada vez mais rápido, nada de gol do Flamengo. E.. o juiz deu 5 minutos de acréscimos (neste momento a positividade bateu), nada do gol do Fla sair, e por fim, o juiz apitou o fim da partida. 

PÊNALTIS! 

A decisão foi para os pênaltis. As duas primeiras cobranças foram desperdiçadas com Diego Ribas e Vitinho. Jonathan e Lucho Gonzalez fizeram para o furacão. Cuellar fez para o Fla e Bruno Nazario perdeu (nos dando esperança).

Foto: Reprodução da Internet

Everton Ribeiro perdeu e Bruno Guimarães bateu o pênalti que classificou o Cap para as semifinais. 

O maior peso caiu em cima do 10, Diego Ribas, que desperdiçou a primeira cobrança com um chute fraco no meio do gol. O capitão foi vaiado por parte da torcida.

"A dor aqui no peito tá grande. Mas tenho que seguir em frente. De repente as coisas não acontece como gostaríamos, é difícil." - lamentou Diego.

O Flamengo bateu quatro pênaltis e errou três,  TRÊS.

Na Arena da Baixada? Não, no Maracanã lotado, com recorde de público e vindo de uma vitória por 6x1. 

Inadmissível. Vergonhoso! 

"Não podemos abaixar a cabeça. Tem muita coisa pela frente, é um baque, mas é levantar a cabeça. Estamos começando um trabalho agora e vamos seguir. Lógico que a gente fica triste, mas não tem tempo para lamentar. Agora nos resta Brasileirão e Libertadores", disse Diego Alves após mostrar abatimento com a eliminação inesperada.

Foto: Reprodução da Internet

 

Apesar das feridas expostas, não há tempo para lamentações. Agora, o Flamengo terá um duelo no domingo, contra o Corinthians pelo campeonato Brasileiro, e depois volta suas atenções para a Copa Libertadores. 

 

Você me tira a paz, mas eu te amo desgraça. 

TUA GLÓRIA É LUTAR! 

Por: Rhayanne Athyrssa.