SER BOTAFOGO É ORGULHO

 

Imagem

Foto: Vitor Silva / Botafogo

 

Se o Botafogo não pode prometer muito dentro das quatro linhas, fora delas está dando um verdadeiro espetáculo. E não, não acho isso porque eu sou Botafoguense, e sim porque sou humana. O que estamos vendo acontecer no Campeonato Carioca é de um absurdo que muitas vezes a vontade de falar sobre se esgota, junto à saúde mental, mas, vamos lá...

Vocês vêm acompanhando aqui no MEC as notícias e o posicionamento do Clube que, desde o início, se mostrou contra à volta do Campeonato Carioca. Acontece que, por ser minoria – apenas o Fluminense, além do Botafogo, também se posicionou contra a volta do estadual – de nada adiantou o alvinegro ser contra, literalmente, visto que reuniões paralelas eram realizadas sem a presença de quem discordava das opiniões da FERJ. E nesta terça-feira (23), mesmo não concordando, o Botafogo decidiu respeitar a decisão do STJD e ir à campo no próximo domingo (28), pela quarta rodada da Taça Rio, contra a Cabofriense. 

O Clube lançou uma nota, em que um dos pontos cita:

“É constrangedor ser obrigado a competir no único país que planeja jogos de futebol convivendo com registros, em média, superiores a 1.000 mortes e 30.000 contaminações por dia. O único no mundo a iniciar partidas com essa marca de óbitos e casos. A pressa é sem explicação: não há outras competições, nacionais ou internacionais, agendadas. Não há calendário futuro. Jogar com essas marcas é falta de respeito aos mortos e seus familiares. É sob um recorde fúnebre. Para não enlamear mais o campeonato em que as pessoas perderam o bom senso, o Botafogo está fazendo sacrifícios para encerrar esse triste momento.”

E diz que não vai recorrer a decisão “pois entende que esse é o fórum (STJD) adequado para a discussão do assunto.”

A partida será às 11h – horário de Brasília – no Estádio Nilton Santos, e além de protestar contra a volta do Campeonato, jogando com a camisa preta, representando o luto pelas mais de 50 mil vidas perdidas e com frase de agradecimento aos profissionais da saúde, o Botafogo entrará em campo também com o emblema “Vidas Negras Importam”, referente aos protestos pela morte de George Floyd. 

Lembro que no início da quarentena, as pessoas estavam desesperadas estocando álcool em gel e papel higiênico. Onde estão essas pessoas hoje? Com mais de 50 mil mortes no país. Quase 10 mil no estado do Rio de Janeiro. Na praia? No shopping? Clamando pela volta do GRANDE Campeonato Carioca? Orgulho de verdade de estar do lado certo da história, desde o início. 

Obrigada, Botafogo, por representar a humanidade neste momento tão complicado. Obrigada pela sensibilidade. Obrigada por se importar com o básico, a VIDA das pessoas. 

 

Fontes: Globoesporte.com, G1.

Nota completa: 

https://globoesporte.globo.com/futebol/times/botafogo/noticia/botafogo-acata-decisao-do-stjd-mas-critica-volta-do-carioca-perderam-o-bom-senso.ghtml 


 

#SerBotafogoÉOrgulho

 

Por Deborah Rocha

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo.