Ser torcedor (a) do Arsenal é ser masoquista

 

Foto: sports.yahoo.com

 

Uma coisa que percebi ao longo desses anos como torcedora do Arsenal é que pra gostar desse time a gente só pode ser masoquista.

Raras são às vezes em que podemos assistir uma partida tranquilos do início ao fim; é sempre um sofrimento, e até quando o jogo está favorável à nós em questão de segundos tudo se transforma.

E foi o que aconteceu contra o Rennes nesta quinta-feira. Logo nos primeiros minutos de jogo estávamos na frente, após um gol (sem querer, porque só assim pra ele marcar) de Iwobi e parecia que iríamos ganhar sem maiores percalços.

Mas então Sokratis conseguiu tomar dois amarelos e foi expulso, e isso foi o suficiente para o caos se instaurar no time. Tomamos um gol de Borigeaud ainda no primeiro tempo, e no segundo tempo, tentamos nos fechar para segurar o placar e falhamos miseravelmente. Tomamos o segundo (gol contra de Monreal) e o terceiro por Sarr e assim mais uma vez os Gunners conseguiram complicar algo que deveria ser fácil.

Agora teremos que ganhar o jogo de volta no mínimo de 2x0 que, ok, pode não ser um placar tão difícil de se alcançar, mas essa atuação pífia que tivemos me deixa um pouco duvidosa se conseguiremos passar para a próxima fase.

Mas, mais duvidosa ainda me deixa para a partida de amanhã. Pela trigésima rodada da Premier League, amanhã enfrentaremos o Manchester United.

Não preciso nem falar da ótima fase que os Red Devils vivem desde que Solskjaer assumiu o comando do time; acho que só perderam uma partida desde então, e para piorar vieram de uma excelente vitória sobre o PSG essa semana, que deve ter os motivado ainda mais. Medo define.

 

(O responsável pela recuperação do United. Foto: www.premierleague.com)

 

Também nada animador é o fato de não podermos contar com Lucas Torreira, expulso na última partida contra o T*ttenham. Acho que a única coisa que temos a nosso favor nesse momento é nosso aproveitamento jogando em casa; somos a segunda equipe que mais conquistou pontos nesse quesito, perdendo apenas para o Manchester City.

De qualquer forma, ou o Arsenal faz uma daquelas partidas espetaculares em que todos os jogadores estão no seu mais alto nível, ou amanhã a tamancada é certa. Simples assim.

 

Possível Escalação:

Arsenal: Leno; Kolasinac, Koscielny, Sokratis, Maitland-Niles; Guendouzi, Xhaka; Iwobi, Ramsey, Mkhitaryan; Lacazette

Manchester United: De Gea; Young, Smalling, Lindelof, Shaw; Fred, McTominay, Pogba; Pereira; Lukaku, Rashford

 

COYG!

Por Bárbara Ayres