Série A3 você não me pertence mais!!

 

 

Nos 102 anos do Esporte Clube Taubaté, houveram vários jogos inesquecíveis. Quando resolvia sobre qual iria escrever, acabei por escolher um jogo mais recente, a partida que colocaria o Taubaté um degrau mais próximo do lugar que é seu por direito e merecimento, a elite do futebol paulista.

 

O clima para a partida era tenso, o Burro da Central poderia conquistar o acesso à Série A2 de 2016 e ainda chegar à grande final da série A3, caso vencesse. O Barretos precisava da vitória para se garantir, já que um empate também favoreceria o Taubaté. Líder e vice do Grupo 3, seria uma partida e tanto.

 

Único representante do Vale do Paraíba na segunda fase, a equipe do Alviazul estava tranquila, chegou a garantir Ito Roque. O resultado dependia somente do próprio esforço do Taubaté.

 

Ito, na ocasião, chegou a analisar o estilo de jogo do time adversário, que às vezes chegava a ser violento, usando muita força física nas jogadas. O Burro da Central, que por ser um time leve, ganhava vantagem na velocidade, deveria ter equilíbrio emocional e até mesmo sangue frio, para suportar a pressão do jogo. Já o Barretos, contava com o apoio da torcida, lotando o estádio e ajudando a pressionar o Alviazul.

 

 

Estádio Fortaleza. Foto: Barretos E.C./Divulgação

 

 

Para o confronto, Ito Roque não poderia contar com Lelo e Leo, que nem viajaram com a equipe. O time titular foi poupado e a equipe enviada para Barretos era formada em grande parte por reservas. Essa escolha fez com que parte da torcida ficasse desacreditada na vitória no Estádio Fortaleza e aguardava o acesso na partida seguinte, contra o Primavera, no Joaquinzão.

 

Na manhã do dia 14 de maio de 2015, quinta-feira, dez torcedores se reuniram no Joaquinzão, para em dois carros, seguir rumo à cidade de Barretos, 530 km de distância da querida Taubaté.

 

Alguns torcedores resolveram se unir e escutar a partida pelo rádio na sede social do clube, um único aparelho, várias pessoas em silêncio, rodeando o móvel onde o rádio foi cuidadosamente posicionado. Algumas redes de TV locais, bem tentaram entrevistar alguns torcedores, mas sempre que um lance importante acontecia à entrevista era deixada de lado.

 

O Barretos pressionou durante todo tempo e tentou surpreender a equipe do Vale do Paraíba, mas o Taubaté conseguiu bloquear as jogadas do adversário. Aos 28’ Tiago Vianna, em um belo voleio, mandou a bola direto para dentro do gol de Willian, abrindo o placar para o Alviazul.

 

A equipe do Barretos buscou a vitória, mas Ronaldo, goleiro do Taubaté, realizou defesas importantes e garantiu a vantagem no placar.

No segundo tempo o Barretos colocou mais força no ataque, o Taubaté impediu as investidas do adversário, segurando a vantagem mesmo com a expulsão do lateral Wellington. Ronaldo fechou o gol como um gigante, o BEC bem tentou, mas nada passava pelo goleiro do Taubaté.

 

Foto: Jânio Munhoz / O diário de Barretos

 

Diante de seis mil torcedores adversários, fora de casa, com uma vitória heroica, por 1 a 0, pela penúltima rodada do quadrangular semifinal da Série A3 do Campeonato Paulista 2015, após oito anos, na concretização de um sonho, o Esporte Clube Taubaté garantiu seu retorno à Série A2 e vaga na disputa da final da Série A3.

 

 

Jogadores, equipe técnica e torcedores após o jogo. Foto: arquivo pessoal.

 

 

Gritei muito, abracei torcedores que nem sabia o nome, não chorei. Não consegui chorar, estava atônita, voltei para casa ainda sem acreditar no que de fato havia acontecido. Na manhã seguinte, ao escutar o rádio, enquanto dirigia para o trabalho, escutei novamente a narração dos momentos mais importantes da partida, foi ali, dentro do carro, próximo do Joaquinzão, que minha vista embaçou, chorei como criança e fui preenchida pelo sentimento mágico de que tudo era real. SUBIMOS.

 

 

 

Ficha Técnica

 

Local: Estádio Fortaleza (Estádio Municipal Antonio Gomes Martins) – Barretos.

Data: 14/05/2015 - quinta-feira

Horário: 20h

 

Esporte Clube Taubaté

Ronaldo, Rodrigo Paganelli, Tiago Vianna, Bruno Fandinho, Marcelo Lanza, Pepe, Nildo, Ferreira (Rafael Piauí), Wellington, Gustavinho (Luis Guilherme), Elton Morelato (Jordy Guerreiro). Técnico: Ito Roque.

 

Barretos E. C.

Willian, Lucas Mendes, Toninho, Babi, Juninho Caieiras, Peterson, Rafael Jales, Jean (Osny), Felipe Merlo (Rafael Moretto), Igor Henrique, Luis Ricardo (Tony). Técnico: Douglas Franklin.

 

Gol

E.C.Taubaté: Tiago Vianna 28’ 1T

 

Cartões Amarelos

E.C.Taubaté: Fandinho, Nildo, Gustavinho, Ronaldo, Wellington, Jordy Guerreiro.

Barretos: Lucas Mendes

 

Cartões Vermelhos

E.C.Taubaté: Wellington (Após ter sido advertido com o cartão amarelo, atingiu as pernas de seu adversário de n.02, Lucas Mendes, com um carrinho de forma temerária na disputa pela bola).

 

Árbitro: Philippe Lombard

Árbitro Assist 1:  Daniel Luis Marques

Árbitro Assist 2: Osvaldo Apipe de Medeiros Filho

Quarto Árbitro:  Cleber Luis Paulino

 

 

Imagens do jogo

 

TVBarretos - TVB

https://www.youtube.com/watch?v=DWCKawszMwQ

 

Federação Paulista de Futebol - FPFTV

https://www.youtube.com/watch?v=2wPQGrvmgRo

 

 

Áudios (Emocionantes) da Rádio Difusora Taubaté

 

Gol do Taubaté - narração de Ricardo Alcântara

https://soundcloud.com/bruno-lemes-5/barretos-0-x-1-taubate-segunda-fase-a-3-2015-gol-de-thiago-vianna

 

Momentos finais - narração de Ricardo Alcântara

https://soundcloud.com/bruno-lemes-5/barretos-0-x-1-taubate-segunda-fase-a-3-2015-momentos-finais

 

 

Participaram do Campeonato Paulista Série A3 em 2015

Atibaia, Barretos, Cotia, Flamengo de Guarulhos, Francana, Grêmio Barueri, Grêmio Osasco, Inter de Limeira, Itapirense, Juventus, Nacional, Primavera, Rio Preto, Santacruzense, São Jose, São Jose dos Campos, E.C.TAUBATÉ, Tupã e Votuporanguense.

 

Times promovidos para Série A2

Barretos, Votuporanguense, Juventus, Taubaté.

 

Times rebaixados

Cotia, Tupã, Francana, Santacruzense.

 

Campeão do Campeonato Paulista Série A3 em 2015

Esporte Clube Taubaté

 

 

Nos vemos na bancada!

Ana Clara Lindegger – Orgulho de ser Taubaté.