SI SE PUEDE! COM GOLEADA, COLÔMBIA SEGUE NA DISPUTA

 

 

Em partida disputada na Arena Kazan neste domingo (24), a Colômbia goleou a Polônia pelo placar de 0x3 e com esse resultado, além de eliminar a adversária também conseguiu manter vivo o sonho de classificação para as oitavas de final da Copa do Mundo 2018.

 

(Foto: Reuters América Latina / Página Oficial Facebook)

 

A partida foi daquelas dignas de se comparar a um teste para cardíaco. No grupo H, enquanto as seleções de Senegal e Japão que eram até então as desacreditadas estavam liderando, Polônia e Colômbia tinham a obrigação de vencer para seguirem na competição. Spoiler alert: a cafetera foi quem saiu no lucro.

A Polônia até chegou assustando, mas a Colômbia passou aos poucos a se mostrar mais ofensiva, tomando conta dos espaços mesmo com dificuldade em infiltrar a marcação polonesa para enfim levar perigo ao gol. No nervosismo, teve Falcao errando passe em um contra-ataque, a bola passando reto por Quintero na área em outro lance.

Repito: era mesmo jogo para testar o coração! Aguilar sentiu e não conseguiu permanecer em campo, precisando ser substituído por Uribe aos trinta e um. A Colômbia seguia tentando, tentando e tentando. Cuadrado fazia ótima partida pelo lado direito, aparecendo com a bola na área inúmeras vezes e só faltava ajustar aquele lance final.

E esse “ajuste” veio, senhoras e senhores. A jogada começou pela direita novamente com Cuadrado, ele tabelou com Quintero e então James ergueu a bola certeira na cabeça de Mina, que subiu para colocar para o fundo das redes aos quarenta. Segura esse trabalho lindo em equipe, minha gente! O grito de gol preso na garganta dos milhares de tricolores no estádio explodiu.

 

(Foto: Saeed Khan / AFP)

 

Tanto no final do primeiro tempo quanto na etapa complementar, a Polônia tentava assustar afinal lutava contra o tempo no relógio passando. No lance de maior perigo, Ospina defendeu um chute perigoso de Lewandowski. Vale ressaltar a grande atuação do goleiro tricolor.

Eis que aos vinte e cinco, na pressão colombiana, surge ele. Aquele cuja atuação estava cercada de expectativa por não ter participado da última edição da Copa. O maior artilheiro da seleção apareceu para escrever mais um capítulo na história da cafeteira: Falcao recebeu um passe de Quintero e de três dedos, colocou no canto direito.

 

(Foto: Reuters América Latina / Página Oficial Facebook)

 

E se nos dois gols anteriores sentimos falta das tradicionais dancinhas, por que não marcar um terceiro para isso? James Rodriguez, o garçom da tarde, deu um passe IM-PE-CÁ-VEL para Cuadrado só colocar para dentro do gol aos trinta minutos. Bailando rumo à classificação, os jogadores comemoraram o ótimo resultado conquistado.

 

(Foto: Julian Finney / Getty Images)

 

A história do “lá e cá” continuou, com ambas as equipes tentando. Mas a tarde era tricolor! A paixão da torcida que povoava as arquibancadas com seus gritos de "olé" entrou em sintonia com a garra daqueles que defendiam as três cores dentro de campo. O apito soou e a importante vitória colombiana por 0x3 foi consagrada!

Na próxima e decisiva rodada, a Colômbia enfrenta Senegal na quinta-feira (28), precisando vencer para garantir a classificação.

Para todos que duvidavam da Colômbia: si se puede! Para cima deles, tricolor!

 

FICHA TÉCNICA DO JOGO

 

Escalações:

Polônia: Szczesny; Piszczek; Bednarek; Pazdan (Glik); Krychowiak; Goralski; Bereszynski (Teodorczyk); Rybus, Zielinski; Lewandowski; Kownacki (Grosicki). Técnico: Adam Nawalka.

 

Colômbia: Ospina; Arias; Davinson Sánchez; Mina; Mojica; Barrios; Aguilar (Uribe); Juan Cuadrado; Quintero (Lerma), James Rodríguez; Falcao (Bacca). Técnico: José Pékerman.

 

Gols: Mina (40min) do primeiro tempo; Falcao (25min) e Cuadrado (30min) do segundo tempo.

 

Cartões amarelos: Goralski e Bednarek pela Polônia.

 

Que mi Colombia vá a ganar

Por Alice Silveira