Sigo invicto e agora CAMPEÃO!

Gigante da Colina conquista o Bi-Campeonato Carioca.

(Reprodução/Twitter)
 
Bi-Campeão comemora a torcida do vascão, em uma partida onde não faltou emoção, em um primeiro tempo que o adversário nos deu alguns sustos é verdade mas lá atrás em baixo das traves tinha um paredão Martín Silva , que durante todo o campeonato nos passou segurança e em cada defesa importante que fazia era como se dissesse : Fiquem tranquilos, eu estou aqui. Riascos o artilheiro dos gols importantes em uma ótima jogada do time do Vasco até que tentou deixar o seu, mas o gol do título estava destinado à outro. O baixinho  Jorge Henrique autor do gol da primeira partida da final, tentou mais uma vez assustar Jeferson de cabeça, mas só ficou no susto mesmo. No meio o cérebro do time Andrezinho, tinha ao seu lado a proteção para poder criar as mais importantes jogadas do Vasco, Marcelo Mattos e Julio dos Santos ás vezes muito criticados mais fundamentais para o esquema do time.


(Facebook Oficial Vasco)
Na segunda etapa ao ver os jogadores voltarem para o campo estava faltando alguém, onde estaria Luan? Porque não voltou? O jovem zagueiro com dores não pode continuar na partida, em seu lugar entrou Rafael Vaz que mais pra frente mudaria a história do campeonato. Aos 4 minutos o susto, gol do Botafogo Leandrinho sozinho na área subiu para cabecear e abrir o placar no maracanã, comemoração de um lado, tensão do outro, mas o Vasco sempre pôde contar nesse campeonato com os seus laterais, seja com o experiente Julio César ou com o velocista de São Januário Madson que quando colocou sua velocidade em ação foi derrubado bem próximo da área sofrendo a falta, muito caçado dentro de campo, o 10 da colina, o maestro do time, o craque do campeonato Nenê, pegou a bola e logo se apresentou para a cobrança e aos 11 minutos lá estava ele Rafael Vaz que subiu mais alto que todo mundo para de cabeça empurrar a bola para o fundo das redes do gol botafoguense e empatar a partida para o gigante da colina, festa da torcida cruzmaltina no maraca. E como o que bastava era o empate, era só esperar o tempo passar e aos 50 minutos, quando o juiz ergueu os braços , torcedores e jogadores soltaram o grito de bi-campeão e vamos combinar que ser campeão invicto não é pra qualquer um e é por isso que nós somos o time com mais títulos cariocas invicto, 1924-1945-1947-1949-1992-2016 .
Depois da emoção do choro de alegria da gratidão dos jogadores com a torcida e da torcida com os jogadores e com o técnico Jorginho e seu auxiliar Zinho , que acreditaram no time , nos jogadores e nos fizeram acreditar nos mesmos, chegou a vez de receber a taça e quem teve a honra de ergue-la foi o nosso capitão e xerife Rodrigo e depois foi só festa. O craque do campeonato Nenê falou após a conquista :
 
 
- O principal sempre é a conquista coletiva, o título invicto do Vasco, um grande presente para nossa torcida maravilhosa. Mas é claro que também ser eleito o melhor jogador de um campeonato tão tradicional como o Carioca é um motivo a mais de orgulho. Como se diz, é a cereja do bolo-
 
- Eu sempre busco o gol, mas minha função principal em campo é criar jogadas e deixar meus companheiros em condições de marcar. Para mim, fazer um cruzamento, passe ou lançamento que resulte em gol é uma alegria tão grande como se eu mesmo tivesse marcado – pontuou.


(Site oficial Vasco)
 
 
Campanha do Vasco no carioca :

Primeira fase
 
Vasco  4 x 1 Madureira

América RJ 1 x 3 Vasco 

Vasco 2 x 0 Volta Redonda

Vasco 1 x 0 Flamengo

Tigres do Brasil 0 x 2 Vasco 

Vasco 2 x 2 Friburguense

Vasco 1 x 1 Botafogo

Bonsucesso 1 x 3 Vasco 

Segunda fase - Taça Guanabara

Vasco  2 x 0 Bangu

Boavista 0 x 1 Vasco 
 
Vasco  1 x 0 Botafogo

Flamengo 1 x 1 Vasco 

Vasco  1 x 1 Volta Redonda

Vasco 1 x 0 Madureira

Fluminense 0 x 1 Vasco 

Semifinal

Vasco  2 x 0 Flamengo

Finais

Botafogo 0 x 1 Vasco 

Vasco  1 x 1 Botafogo
 
Quem também falou sobre a conquista e agradeceu muito, foi o técnico campeão Jorginho :

(Vasco oficial)
 
- Quero agradecer a esse grupo por entender nossa metodologia, comprar nossa ideia. Quero agradecer à minha comissão, ao Capres. Quero agradecer ao meu presidente, que confiou em mim e me manteve mesmo depois de eu perder quatro partidas. Ele é uma das razões para eu ficar aqui. 
 
- Estou muito feliz e grato a Deus por viver essa emoção, ainda mais na minha cidade, país...de forma invicta. A concretização de um trabalho feito com seriedade, começando no olho do furacão. Os jogadores são a razão da conquista, são os protagonistas. Entenderam a metodologia e recuperaram a confiança no grupo. Coroamos com esse empate um trabalho que começou no dia 17 de agosto.
 
Parabéns ao gigante da colina, ao grande Vasco da Gama, parabéns ao Rei do Rio pelo bi-campeonato carioca 2015/2016.
 
FICHA TÉCNICA

VASCO 1 X 1 BOTAFOGO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 8 de maio de 2016 (Domingo)

Horário: 16h(de Brasília)

Público: 60 mil presentes(53.634 pagantes)

Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro (RJ)

Assistentes: Rodrigo Figueirense Corrêa (RJ) e Dibert Pedrosa Moisés (RJ)

Cartão amarelo: Rodrigo, Andrezinho, Jorge Henrique, Nenê(Vas); Luis Ricardo, Bruno Silva, Salgueiro, Leandrinho, Diego(Bota)

Gols:

VASCO: Rafael Vaz, aos 11 minutos do segundo tempo

BOTAFOGO: Leandrinho, aos quatro minutos do segundo tempo

VASCO: Martín Silva, Madson, Luan(Rafael Vaz), Rodrigo e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Julio dos Santos(Yago Pikachu), Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Riascos(Diguinho)

Técnico: Jorginho

BOTAFOGO: Jéfferson, Luis Ricardo, Joel Carli, Emerson Silva e Diogo Barbosa(Diego); Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Gegê e Leandrinho(Neilton); Juan Salgueiro(Luis Henrique) e Ribamar

Técnico: Ricardo Gomes
 

Por Jéssica Martins