SOBRENATURAL DE ALMEIDA NOS TIRA DO LUGAR INCÔMODO

 

 

 

Foi um jogo protegido pelos deuses do futebol e alguns dos nossos torcedores ilustres e frequentadores das arquibancadas celestiais. O rival entrou como o favorito e nossos jogadores como peças menos valorosas de um jogo de xadrez. O técnico do Fluminense, novamente, com o 4-3-3 com resquícios do estilo Diniz. Por falar nele, a torcida gritou seu nome no Mané.

O Corinthians tinha a torcida, ao menos pensou que tinha, pois o público de apenas 15 mil presentes foi decepcionante. Foi diante destes, que o Fluminense colocou ponto final numa invencibilidade de 14 jogos do alvinegro paulista. 

Apito inicial e em poucos minutos ficou claro a saída técnica de cada equipe e enquanto o Corinthians tentou os ataques em velocidade, o Fluminense apostou numa marcação bem cerrada e no meio de campo bem posicionado, grande dificultador do jogo corintiano. O Tricolor com mais posse de bola, 61%, buscou pelas triangulações e chegou com vontade de marcar. 

Belíssimos passes de letra de Ganso no meio campo! Fez partida brilhosa e prestou eficiência nas transições de bola, sem falar no posicionamento correto. Como estrela brilha, foi dele o gol que findou o marcador com o placar de 1 x 0, aos 39 do primeiro tempo. Ele chutou de fora de área e fez. 

Cássio errou? O goleiro soltou a bola e frangou? Faz parte.  Isso não é problema meu, Cássio e os corintianos que se resolvam. Deixo aqui minha gratidão ao arqueiro, um dos melhores no país. 

 

 

Volto ao Ganso, saiu ovacionado pela torcida, enquanto o técnico foi xingado pela substituição. Desta forma, Nenê passou a comandar o centro do meio de campo e Pablo Dyego, entrou no lugar do Ganso, resolver o lado direito. Nenê foi outro destaque do jogo com um atuação sólida, criação de jogadas, boas infiltrações e categoria nos chutes. 

 

O novo posicionamento interfere no gol, perguntou o repórter ao Ganso na saída do intervalo.

 

"Sem dúvidas. Mais próximo do gol eu acredito que possa criar mais chances. Acho que fui bem no chute, mas o Cássio falhou. Bom para a gente", respondeu. 

 

O segundo tempo foi cansativo e previsível: Fluminense na retranca e Corinthians no ataque. Parecia que o alvinegro sairia em busca do empate, só que diminuiu o ritmo e perdeu o arranque. O Tricolor administrou o jogo, os três pontos para fazer 18 e alcançar o 16 lugar na tabela do Brasileiro fora do Z4.

Um triunfo e sou grata por ele. No entanto, temos 20 batalhas pela frente com o returno. Muita calma e foco nessa hora.  Isso envolve o destino do nosso grande amor. 

 

LUTEM ATÉ O FIM

 

Nos somos a Historia !

 

Carla Andrade