Sport vence o Fortaleza e está isolado na liderança do grupo D

 

Pela primeira vez na temporada o Sport apresentou um futebol regular. Com uma zaga segura e um time eficiente, o time rubro-negro dominou toda a partida e venceu por 2 a 0.

 

O volante Rithely abriu o placar no 'duelo de leões'

Foto: Alexandre Gondim / JC imagem

 

Foi um jogo de pouca criatividade e muitos cruzamentos. A partir do momento que o Sport identificou as falhas do adversária a posse de bola aumentou e as jogadas começaram a ser criadas, mas a defesa do Fortaleza não dava brecha . Aos 39 minutos do primeiro tempo havia apenas ataques com errôneas finalizações do Sport e contra-ataques do tricolor. Até que Durval levantou a bola na área e o volante Rithely subiu o mais alto possível para marcar o seu 22º gol com a camisa do Leão e abrir o placar na Ilha. Aos 46, em um cruzamento de Everton Felipe, pela direita, foi a vez de Túlio de Melo cabecear e fechar o placar do primeiro tempo em 2 a 0.

No segundo tempo, o ritmo de jogo caiu. A acomodação de quem abre dois gols de vantagem. Mas o jogo pedia mais, mais contra-ataques e explorar as falhas do adversário. Não conseguimos fazer isso. Com a necessidade de marcar gols para voltar ao jogo, o Fortaleza foi para o ataque. Assustou Danilo Fernandes, com Elias, que perdeu uma chance dentro da área. Anselmo teve outra logo em seguida, mas não acertou. Ainda teve duas bolas na trave de Pio nos minutos finais. Mas graças a Deus, a estrela de Danilo Fernandes brilhou.

- Tivemos um primeiro tempo bom e algumas dificuldades no segundo tempo. Pelo que apresentamos, o resultado foi justo. No segundo tivemos consistência para segurar bem o resultado. Não me preocupam as dificuldades que temos eventualmente nos jogos. Seria muito difícil esperar que, com cinco jogos, a gente tivesse atuações brilhantes. Disse o técnico rubro-negro Paulo Roberto Falcão.

A vitória por 2 a 0 foi importante para dar tranquilidade ao time leonino. Não foi um jogo perfeito, mas a evolução é nítida. Por enquanto, as jogadas aéreas estão dando certo, mas uma reinvenção ainda é necessária.

Agora é a hora de apoiar e aproveitar o bom momento para chegar junto. O público está deixando a desejar. Foram apenas 7.333 torcedores que foram a Ilha e presenciaram esse jogo importante.

O  Sport é líder isolado do grupo "D", na Copa do Nordeste.

100% de aproveitamento, com 6 pontos!

 

Ficha do jogo


Sport: Danilo Fernandes; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Renê; Rithely, Serginho, Luiz Antônio e Éverton Felipe (Neto Moura); Lenis (Johnathan Goiano) e Túlio de Melo (Fábio). Técnico: Paulo Roberto Falcão.

Fortaleza: Erivelton; Moacir, Leonardo Luiz, Lima e e Jean Mota; Corrêa, Dudu Cearense (Elias), Juliano (Pio) e Everton (Núbio); Eduardo e Anselmo. Técnico: Flávio Araújo.

Local: Ilha do Retiro. Árbitro: Leonardo Saraiva Dantas (RN). Assistentes: Rondinelle dos Santos e Esdras Mariano (ambos de AL). Gols: Rithely (38 min do 1º) e Túlio de Melo (45 min do 1º). Cartão amarelo: Lima, Pio, Elias(F), Danilo Fernandes, Samuel Xavier, Túlio de Melo (S). Público: 7.333. Renda: R$ 127.755.

 

GABRIEL XAVIER É APRESENTADO NA ILHA

 

Gabriel Xavier puxou o 'cazá, cazá' junto com o mascote e o cantor Almir Rouche.

Foto: Williams Aguiar / Sport Club do Recife

 

O meia Gabriel Xavier, recém contratado pelo Sport, foi apresentado a torcida rubro-negra na noite desta quarta-feira na partida contra o Fortaleza. Por uma iniciativa do departamento de marketing leonino, o jogador entrou em campo para interagir com a torcida e puxar o grito de guerra do Leão. Essa foi a terceira etapa para liberar a nova loja online, a Cazá do Sport.

- Estou muito feliz de estar aqui e espero ajudar o Sport. Lembro que vim jogar aqui uma vez e fiquei impressionado com o cazá, cazá. Hoje chegou a minha vez de puxar – Disse o Gabriel em sua primeira entrevista como jogador do Sport.

Gabriel Xavier assinou contrato de um ano com o Sport nesta quarta-feira e vai começar a treinar com o grupo na quinta. A expectativa é que ele possa estar em campo contra o Santa Cruz, no domingo.
 

Beatriz Cunha