SUFOCO DEFINE

 

(Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)

 

CRUZEIRO 1X1 FLUMINENSE

 

Mesmo com uma sequência ruim, essa quarta-feira (15) foi, sem dúvida, a pior partida do Cruzeiro na temporada. O placar de 1 a 1 engana quem não viu.

 

Válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil, a equipe Celeste foi até o Estádio Maracanã para enfrentar o Fluminense, no jogo de ida.

 

O Cruzeiro teve um único chute a gol em mais de 90 minutos e o empate acabou sendo bom pelo futebol apresentado e péssimo por ter deixado o Fluminense empatar aos 48’ do segundo tempo.

 

1º tempo

 

A etapa inicial foi terrível, com 70% de posse de bola do Fluminense, e o Cruzeiro esperando uma única chance, jogando recuado e acuado. Nesse momento terrível, o respiro foi Dedé que ainda conseguia marcar e evitar o avanço tricolor.

 

A verdade é que a atuação da Raposa foi muito abaixo do esperado, pois o Fluminense não é uma equipe com tanta bola assim. Quem ajudou o desempenho carioca, foi o próprio Cruzeiro. Foram 6 finalizações tricolor contra nenhuma celeste.

 

Preocupante, mas existia a chance da volta após o intervalo. Talvez algumas modificações, entrada de algum jogador (...)

 

(Imagem: reprodução site GloboEsporte.com)

 

2º tempo

 

A volta do intervalo parecia nada ter adiantado. A equipe Celeste continuava apática, sem finalizações, trocando passes errados. Um alívio veios aos 12’ quando Robinho lançou a bola para Pedro Rocha que chutou com a perna direita e colocou o Cabuloso à frente. Cruzeiro 1 a 0.

 

Mesmo assim, existia apenas a defesa cruzeirense. O Fluminense buscava o ataque, chutava à gol e aos 15’ um lance de impedimento em que o VAR anulou corretamente seria o gol de empate.

 

Quando a tortura parecia ter terminado, no último lance do jogo, João Pedro marcou após cobrança de escanteio. O empate veio aos 48’. Cruzeiro 1x1 Fluminense.

 

No segundo tempo, o Fluminense chutou a gol mais 12 vezes e o Cruzeiro… Nenhuma.

 

 

(Imagem: Reprodução/GloboEsporte.com)

 

E agora?

 

Não existe mais o gol qualificado fora de casa. Com o empate, o próximo jogo (05/06), que acontecerá no Mineirão, precisa ser tratado com mais seriedade. O próprio Técnico Mano Menezes disse a seguinte frase:

 

Nós temos que apresentar mais

 

E sim, o Cruzeiro precisa apresentar mais porque pode mais, tem capacidade, tem elenco, tem qualidade técnica, tem totais condições de jogar aquilo que se espera dele.

 

Sábado (18) acontecerá outro jogo entre as equipes, mas dessa vez pelo Campeonato Brasileiro. O time continua no Rio de Janeiro e deve treinar amanhã e sexta. O que se pode esperar para mais um confronto? De acordo com o técnico Mano, em coletiva, Marquinhos Gabriel deve voltar, Raniel talvez sim, já Thiago Neves continua fora.

 

Que nessa próxima partida de sábado, o Cabuloso esteja bem, que consiga jogar!

 

#EuVivoOCruzeiro

#PeloHepta

 

Ficha técnica

 

Oitavas de final da Copa do Brasil 2019

Data: 15/05

Horário: 21h30

Local: Estádio Maracanã/ Rio de Janeiro

Arbitragem: Luiz Flávio de Oliveira, Emerson de Carvalho, Neuza Back, Salim Chavez, José Cláudio Rocha Filho (VAR), Marcio de Góis (VAR) e Bruno Rizo (VAR)

 

Cruzeiro: Fábio, Orejuela, Dedé, Léo, Egídio, Henrique, Lucas Romero, Robinho (Jadson), Rodriguinho, Pedro Rocha (David) e Fred (Sassá). Técnico Mano Menezes.

 

Fluminense: Rodolfo, Gilberto, Matheus Ferraz, Nino, Caio Henrique, Allan, Daniel (Ewandro), Ganso, Léo Arthur (Marcos Paulo), Luciano (João Pedro) e González. Técnico Fernando Diniz.

 

Sam Bella