SUSTO E REDENÇÃO MARCAM O DUELO

O que devemos esperar do América para este ano? Após a partida de hoje me peguei com esse questionamento acerca da evolução da equipe. Apesar de sabermos que o Santa Cruz de Natal viria mais forte do que o Força e Luz, por ter vencido na primeira rodada e por ter um grupo bem estruturado, eu não esperava que viesse a sofrer pressão logo de início. Devemos nos preocupar com o Santa Cruz nesta competição, pois, a cada ano o time vem incomodando um pouco mais.

Com gol de Anthony, cria da base alvirrubra e dispensado há pouco tempo pelo Mecão, o Tricolor assustou os donos da casa. Em jogo válido pela segunda rodada do estadual 2020, novamente com portões fechados, a Arena América foi palco de mais uma vitória do Gigante da Rodrigues Alves que, apesar do susto, bateu o Santa por 3x1.

Foto: Diego Simonetti/América FC

 

Um primeiro tempo onde os visitantes conseguiram se sobressair e mandar no jogo, abrindo o placar aos 15 minutos, quando Wellington Sabão deu o passe para Anthony assinalar o seu. O Alvirrubro conseguiu empatar ainda na etapa inicial, com Wallace Pernambucano, que, na partida contra o Força e Luz, perdeu um pênalti e desperdiçou várias oportunidades. Em lance com Daniel Costa, que aproveitou um espaço da zaga oponente, o camisa 9 se redimiu marcando seu primeiro gol na competição.

Foto: Diego Simonetti/América FC

 

Antes disso, o Krobel já havia mandado uma bola na área em cobrança de falta, a qual Wallace tentou cabecear pro gol e mandou direto na trave, no rebote, Dione tentou aproveitar, mas a bola saiu pela linha de fundo. Nosso lateral, inclusive, estava fortemente marcado pelo adversário Sabão, mas ainda conseguiu se desvencilhar em algumas oportunidades. Em uma delas, no intuito de matar a jogada e evitar mais um gol do Tricolor, entrou forte e recebeu cartão amarelo.

O rendimento do Mecão só melhorou após o retorno do vestiário. A virada veio de um cruzamento rasteiro de Renan Luís, onde Thiago Orobó, sozinho com o goleiro, aproveitou a chance e marcou o segundo. O último gol foi resultado de uma troca de passes entre Renan Luís e Wallace Pernambucano, no qual a bola sobrou para o nosso camisa 10, Daniel Costa, que não contou conversa e finalizou bem a jogada.

Foto: Diego Simonetti/América FC

 

Na coletiva de imprensa, o técnico Waguinho Dias chegou a comentar sobre essa deficiência no aproveitamento do primeiro tempo nas duas rodadas, onde o América construiu o resultado na segunda etapa. Argumentou, ainda, que o horário pode ter atrapalhado o desempenho da equipe, que acaba tendo um desgaste maior em virtude do calor, podendo influenciar diretamente e negativamente.

Há quem diga que o jogo foi equilibrado, mas na humilde opinião desta colunista, se isso continuar a acontecer podemos ter sérias complicações frente a adversários como Globo, Potiguar de Mossoró e, principalmente, nosso maior rival dentro do estado.

O próximo confronto será domingo, 12 de janeiro, às 17h, dessa vez na Arena das Dunas. Enfrentaremos o Assu e a torcida estará presente para apoiar os 90 minutos, assim, espero que o time possa nos mostrar um bom jogo do início ao fim.

 

"Eu só espero que chegue no domingo e tudo que imagino possa acontecer. Ôh, Alvirrubro, joga por tua gente! Sou da Rodrigues Alves, Mecão até morrer!"

 

Por Amanda Oleinik