TÁ CHEGANDO A HORA!

 

Em jogo complicado, Real Madrid segura bem o resultado e vence mais uma na La Liga.

 

 

Foto: Site Oficial do Real Madrid 

 

A cada jogo que passa o Real Madrid fica mais perto de levantar mais uma taça na La Liga. O jogo diante do Granada não foi fácil mas o Real lutou, conseguiu segurar o resultado e garantir mais uma vitória no campeonato, dessa vez por 2 a 1, a nona vitória seguida. Faltando apenas mais duas rodadas o time merengue já está praticamente com a mão na taça e se tudo der certo já poderá soltar o grito de campeão na próxima partida, onde vai enfrentar o Villarreal no Estádio Dí Stéfano na próxima quinta-feira, às 16h (Horário de Brasília).

"A Liga é o triunfo da perseverança e regularidade, do trabalho diário. A pausa foi útil para reagir e estabelecer a meta de vencer todos os jogos. Espero que na quinta-feira possamos celebrar o título como Deus ordena." (Sérgio Ramos).

O JOGO: 

Jogando no Nuevo Los Cármenes o Real Madrid se sentiu bem à vontade encontrando logo nos minutos iniciais da partida, muitos espaços e falhas de marcação deixadas pelo time do Granada. Com o time bem organizado, logo em sua primeira grande oportunidade no ataque, o Real não desperdiçou e abriu o placar. 

Aos 10' minutos após assistência de Casemiro, Mendy foi avançando pela lateral em velocidade, se livrou do marcador e mesmo com pouco ângulo chutou forte e marcou um bonito gol. Se sentindo livre em campo, tanto na defesa como no ataque, o Real seguiu criando boas oportunidades e quebrando a marcação adversária que parecia meio perdida em campo. Não demorou muito e o time merengue foi premiado com mais um gol. No contra-ataque, aos 16' minutos, Modric em velocidade sozinho encontra Benzema na esquerda que avança e chuta forte para aumentar a vantagem madridista. Após a volta da parada técnica o Granada organizou melhor a sua marcação e até chegou com perigo após uma cabeçada de Domingos Duarte mas Courtois estava atento e fez uma grande defesa. 

O Real ainda tentou e quase fez mais um no final do primeiro tempo após uma bomba de Benzema que o goleiro Rui Silva defendeu.

 

Foto: Site Oficial do Real Madrid 

 

Se o primeiro tempo do Real Madrid foi teoricamente fácil, não podemos dizer o mesmo da segunda etapa onde o time merengue encontrou dificuldades até o final. O Granada voltou muito mais atento e pressionando o Real, e logo no início da segunda etapa conseguiu diminuir o marcador. Após uma cochilada de Casemiro ainda na saída de bola, Herrera encontra a defesa do Real desorganizada e toca a bola para Machís que sai na cara de Courtois que nada pode fazer, isso logo aos 5' minutos de partida. 

Depois do gol o adversário se animou na partida e alguns jogadores do time merengue já demonstravam um certo cansaço, passando grande parte do tempo se defendendo para manter o bom resultado. O time merengue até que conseguiu melhorar um pouco com as mudanças do técnico Zidane no ataque nas entradas de Rodrygo e Asensio que ocuparam as vagas de Isco e Valverde. Com Rodrygo, o time ganhou mais velocidade no ataque e algumas jogadas de perigo voltaram novamente a acontecer, porém, o Granada queria o empate e conseguiu chegar com perigo (e quase conseguir o que queria) em duas oportunidades: Na primeira delas após chute de Antonin quem salvou foi Courtois e em seguida após chute de Azeez e com o goleiro já fora do lance, Sérgio Ramos salvou em cima da linha mais uma vitória do Real Madrid.

Na entrevista coletiva, o treinador falou sobre o jogo e o segundo tempo complicado que a equipe teve, além do grito que deu no final da partida:

"Fizemos uma primeira parte muito boa, impressionante com a posse de bola. A segunda foi pior, mas o adversário está jogando. Para fazer coisas com esta Liga, você precisa sofrer um pouco e se manter em equipe. É preciso ter orgulho da equipe. Gritei porque estava feliz e porque você sofre no futebol. É normal gritar porque foram três pontos muito importantes. Gritei para dizer aos meus jogadores que eles tiveram um jogo impressionante. Estou feliz por eles."

 

Texto: Jessica Martins 

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna, não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo.