Tá dando onda! Mengão faz bonito em Moça Bonita e goleia mais uma vez!

Mancuello foi o Melhor em campo, saiu do banco para orquestrar a vitória de 4 a 0 sobre o Nova Iguaçu, e ajudar a manter os 100% de aproveitamento.

 

macu.jpg

Mancu deixou claro que pode ser sim titular. (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

 

     Teve festa no estádio Moça Bonita zona leste do estado, mas foi com um sotaque diferente os gringos roubaram a cena, com dois gols cada, Mancu e Guerrero comandaram a vitória vermelha & preta. No jogo em que adversário não levou perigo, o Flamengo bagunçou e segue líder isolado do grupo A com nove pontos, já o Nova Iguaçu permaneceu com dois pontos.

  O Professor Zé Ricardo decidiu por poupar os meias Diego e Rômulo devido a desgaste muscular detectado. E o que vimos foi que nosso banco está muito bem servido. Dor de cabeça boa para Zé e expectativa melhor ainda para os rubros-negros.

 

  O baile... Ou melhor, o jogo

 

     Desde o apito inicial o Flamengo já tomou as rédeas da partida, com ótima movimentação o time conseguia chegar com facilidade ao gol adversário. Gabriel com bons passes ajudou na criação ofensiva do time, e o garoto Adryan também, querendo jogo.
Logo aos 19 minutos, depois de algumas tentativas o Urubu sacudiu as redes do Nova Iguaçu, em boa movimentação, Trauco cruzou para grande àrea, Guerrero não chegou, mas o argentino tava lá! Gol sabe de quem? Mancuello, que ligado mandou a bola para o fundo das redes. Gol do Flamengo é sempre motivo de comemoração, mas de um jogador esforçado, aguerrido e que desde que chegou no clube, tem mostrado, raça, foco e disposição é bom demais. Tem bola pra ser titular sim! Agora quem sai... Deixa com o Zé.

 

  Parada técnica, Nova Iguaçu volta mais ofensivo e cresceu no jogo, Caio Cezar o mais perigoso do time fez boas jogadas, mas o Flamengo se mostrou bem postado na parte defensiva também e segurou a correria que os garotos da baixada fluminense. E só aos 45 minutos voltou a surgir chance claro de gol, que não foi desperdiçada. Márcio Araújo, sim, ele mesmo, em bela jogada tirou dois marcadores e lançou Pará, que sozinho fez cruzamento na medida para cabeceio de Paolo Guerrero, é saco, dois a zero Mengão.

 

  Segunda etapa

 

  O Rubro-negro voltou com tudo apesar da vitória parcial, manteve o ritmo intenso do início da partida. Mancuello, Trauco, Guerrero e Gabriel se destacam nos ataques, aos 11 minutos Mancu chutou forte de fora da área,  a bola acertou o  ângulo o que impossibilitou o goleiro Jefferson de fazer a defesa. Golaço, aço, aço, Mengão 2 a 0.

  Jogo morno e controle total do rubro-negro. Damião entrou no lugar de Gabriel e aos 29 minutos da etapa final recebeu de Cirino  e foi derrubado na área, pênalti! Guerrero foi para cobrança, para decretar a terceira vitória e o baile dos gringos em Moça Bonita. Bom jogo, venceu e convenceu!



 

unnamed.jpg

Gringos no comando! Guerrero e Macu (Foto:GloboEsporte.com)

 

  Após a partida o técnico Zé Ricardo destacou o empenho e não poupou elogios ao maestro do baile:

''O Mancuello é extremamente inteligente, a leitura do jogo facilita a adaptação à posição, acho que vai ter ainda desafios grandes a ultrapassar, mas estamos satisfeitos com o rendimento dele até agora. Espero que seja tão importante quanto achamos que vai ser.''

 

Zé Completou comentando sobre a entrada de Gabriel no lugar de Diego, poupado:

''Com a ausência do Diego, temos dois jogadores específicos da posição, o Matheus Sávio e o Paquetá, que estão na seleção, e o Mancuello, que eu não queria tirar da posição que está, porque ainda está em adaptação. Então, dentro do que tínhamos disponível, o Gabriel era o que mais se encaixava. Pedi para que tivesse bastante caída pelos lados para tirar o Paulo Henrique do centro do campo, que era o jogador de equilíbrio do Nova Iguaçu. O Gabriel tem quase 200 jogos pelo Flamengo e é importante taticamente.''

 

 

Ficha Técnica


 

Data/hora: 4/2/2017, às 16h30 (de Brasília)

Local: Moça Bonita, Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Luis Antonio Silva dos Santos (RJ)Assistentes: Diogo Carvalho Silva (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)

Cartões amarelos: Raphael Azevedo, Murilo Henrique (NIG), Rafael Vaz (FLA)

Público e renda: 6.134 pagantes, 6.984 presentes / R$ 212.375,00

Gols: Mancuello, 19'/1° T(0-1); Guerrero, 45'/1°T (0-2); Mancuello, 11'/2°T (0-3); Guerrero, 29'/2°T (0-4)

 

Nova Iguaçu: Jefferson, Yan (Marlon, intervalo), Raphael Azevedo, Murilo Henrique e Lucas; Iuri Pimentel, Paulo Henrique, Wescley (Ratinho, 35'/2°T) e Caio Cezar; Renan Silva (Vinícius Matheus, 15'/2°T) e Adriano.

Técnico: Edson Souza.

 

Flamengo: Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Márcio Araújo, Arão (Cuéllar, 26'/2°T) e Gabriel (Leandro Damião, 26'/2°T); Mancuello, Adryan (Cirino, 15'/2°T) e Guerrero.

Técnico: Zé Ricardo.

 

  Próximo desafio pela Taça Guanabara será contra Botafogo, no domingo, clássico na hora certa, para colocar o Mengão de vez como grande favorito!


Por: Ingrid Souza - Pelo Flamengo até o fim!