Tá osso!

 

 

Remo passa por situação delicada e recebe Juazeirense em casa.

 

 

As coisas não estão boas para o lado Azulino, além de ser lanterna do Campeonato Brasileiro da Série C, teve o treinador demitido, jogadores machucados e jogador abandonando o clube quando mais precisa.

 

Reprodução

 

Após os péssimos resultados acabou recaindo em cima de Artur Oliveira que foi demitido na última terça-feira, Artur não teve “culpa” pois quando assumiu o time já estava decaindo, ao meu vê trouxeram Artur (ídolo do Clube) para tentar amenizar os ânimos com a torcida. De quem é a real culpa? Dos dirigentes.

E quem assume o time é o João Nasser (Netão) que é o técnico interino, e teve pouco tempo pra mexer e tentar ajustar o time.

 

João Nasser foi questionado se o problema do elenco era a divisão e ele respondeu:

 

“ – Nunca existiu isso. É um grupo muito bom de trabalho. Na comissão a gente sempre conversou que é um grupo bom de trabalhar, o que é proposto eles fazem. Não houve nada disso. Circunstâncias de jogo acabaram levando aos resultados negativos. Nesse momento a gente tem que conduzir da melhor maneira possível e tomar as decisões que a gente acredita que vão fazer a equipe melhorar – “

afirmou ao Globo Esporte PA

 

Vinícius e Mimica são dúvidas pois ambos estão lesionados, o que mais preocupa é o goleiro Vinícius que em uma defesa em Natal, acabou batendo a cabeça com força e está passando desde lá por vários exames.

 

Já o meia-atacante Rafael Bastos pediu a rescisão do seu contrato com o time Remista e alega problemas pessoais, Rafael atuou em 5 jogos e não marcou nenhum gol. Lembrando que o Remo não deve nada ao atleta e também não poderá fazer reposição pois as inscrições já foram encerradas.

 

Agora é a 12º rodada e o Remo recebe o Juazeirense em Belém, no Mangueirão às 21h45.

 

Os ingressos já estão sendo vendidos em todas as lojas do clube do Remo e por preços promocionais.

 

Até o encerramento desta, a escalação não foi definida.

 

Mariana de Moraes.