Teste para cardíaco: Portuguesa vence o Sertãozinho e respira aliviada!

 

 

A imagem pode conter: estádio e atividades ao ar livre
Minutos antes de começar a partida no Canindé. (Foto: Divulgação/Portuguesa)

Somando duas vitórias pela série A2 do Campeonato Paulista, a Portuguesa enfrentou a equipe do Sertãozinho na noite desta sexta-feira (10), e ganhou por 1 a 0 no estádio do Canindé.

O time lusitano não foi bem no início da partida e nem chegou perto do gol adversário. Com o ataque lento, a Portuguesa não conseguiu criar grandes jogadas e levou a decisão para o segundo tempo. Nos últimos minutos, o Sertãozinho pressionou mas não conseguiu concluir.

A partir dos 20 minutos do segundo tempo a Lusa começa a reagir. Mateo Bustos quase marca gol de falta, mas a bola sai pela grande área.

Foi só aos 43 minutos que a torcida soltou o grito que estava entalado na garganta. Adílson abre o placar para a equipe da casa com um gol de cabeça e faz a torcida rubro-verde vibrar na arquibancada.

A Lusa soma sete pontos no campeonato e respira aliviada. A torcida sabe que o time precisa melhorar e criar mais chances de gol, mas os três pontos em casa deixa a Portuguesa longe do rebaixamento.

 

Quem acompanhou a vitória lusitana de perto foi Lucas Barrios, atacante do Palmeiras, que esteve nas numeradas do Canindé para prestigiar os amigos argentinos Bustos e Basulado.

No coração do torcedor lusitano, só resta a vontade de viver dias melhores e acreditar que a Portuguesa pode voltar a elite do futebol brasileiro. Afinal, #SomosTodosLusa!

Ficha técnica:
5ª rodada:
Portuguesa 1 x 0 Sertãozinho.
Data: 10/02/2017.
Horário: 19h15.
Local: Estádio do Canindé.
Público pagante: não divulgado.

Gol:
Adilson 43' 2T.

Portuguesa:
Ricardo Berna; Bruno Santos, Vinícius Gouveia, Everton, Thiago Feltri; Dinho, Tárik, Danilo (Michel), Mateo Bustos (Bruno Farias); Bruno Silva (Bruno Xavier) e Adilson.
Técnico: Tuca Guimarães.

Sertãozinho:
Saulo; Nequinha, Alemão, Jorge Miguel e Edu Pina; Mateus, Felipe Manuel (Rony), Pereira (Luciano Sorriso) e Diego Barboza; Leleco e Gabriel Davis (Dick).
Técnico: Júlio Sérgio.

De rubro-verde para rubro-verde, Thaís Santos.