Time sem garra

 

Imagem  

Fonte: Jornal hora de Santa Catarina 

 

Na noite desta quarta-feira (01/02) o Figueirense foi até Joinville para tentar sua primeira vitória no campeonato diante do Joinville Esporte Clube, jogo que tem uma rivalidade muito grande. Figueirense e Joinville já se enfrentam em finais do Catarinense um tanto quanto polêmicas.

 

O jogo ficou no 0x0, poucas chances de gols, e mais uma vez vimos os chutões para cima, a falta de domínio. O Tricolor Catarinense teve mais posse de bola, mas o Figueira quem teve as melhores chances de gols, duas pra ser exata, com um chute na trave do Anderson Aquino e uma batida de escanteio.  

 

Estamos cansados de ver o time jogar sem vontade, sem raça, e o camisa 10? Não temos a muito tempo, Fernandes deixou e ainda deixa saudade.  

 

Estreias da noite: Leandro Almeida na zaga e Zé Love no ataque. Esperava bem mais deles no jogo.

 

Destaques: Elias se destacou positivamente nesse jogo, se for titular em outros jogos terá futuro.  

 

Substituições: 18' 2T saindo Zé Love, entrou Elias (até aí ok. Zé Love não estava rendendo no jogo)  

 

Everton saiu e deu lugar a Hélder (poderia ter colocado o Bruno Alves que estava no banco, seria a melhor opção)

 

Última alteração do Figueirense: saiu Bill e entrou João Pedro (Bill fez uma ótima partida, deve ganhar a titularidade)  

 

O técnico Marquinhos Santos que mandou termos paciência, mas paciência tem limite! Queremos um time para conquistar o décimo oitavo título catarinense, queremos um time pro acesso em 2018. É pedir muito?

 

Próximo jogo do Figueirense será em casa no sábado (04/02) contra o Inter de Lages às 17h00.

 

E a tua força mostre no gramado, meu Figueirense adorado.  

 

Texto: Amanda Lucia Rodrigues