Tricolor perde novamente e se complica ainda mais no Brasileirão.

O São Paulo mais uma vez decepcionou o seu torcedor, em jogo válido pela 30ª rodada do brasileirão, na noite desta quinta-feira (13) no Pacaembu, o time foi derrotado pelo Santos 0x1 e saiu de campo com gritos de “Não é mole não, eu estou cansado de time amarelão.”

 

A três pontos da zona de rebaixamento o time vai precisar de muito foco para sair dessa situação.  

 

Fonte: Ale Cabral - Agif

 

Os 90 minutos…

 

Com mais de 29 mil torcedores, (todos são-paulinos devido à decisão da Secretária de Segurança Pública do Estado de São Paulo que desde abril estabeleceu clássicos com torcida única) o Pacaembu se tornou a verdadeira casa do São Paulo no San-São, e o Soberano começou dominando o jogo.

 

O primeiro tempo só dava São Paulo, Robson que entrou como titular pela primeira vez foi quem mais deu trabalho para a defesa Santista, que se fechou e não deixava a equipe do Morumbi atingir o ataque, o estreante da noite e Buffarini tentaram de fora da área, mas pararam em Vanderlei, o goleiro do Santos por sinal foi o melhor em campo, de tanto que foi exigido.

 

No segundo tempo tudo foi por água abaixo em menos de 1 minuto, Ricardo Oliveira tocou para L. Lima que deixou Copete cara a cara com Denis, 0x1 para o time da Vila.

Dai deu a lógica, o Santos cresceu em campo, ficou mais seguro e passou a administrar as jogadas.

 

Fonte: Djalma Vassão - Gazeta Press

 

Torcida Presente no Pacaembu comemorou feito um gol a saída de Wesley

 

Aos 10 minutos da segunda etapa, parecia que o empate havia saído, de tão alto que o torcedor que estava na arquibancada gritou, mas não, era somente Wesley deixando o campo para entrada de Cueva, o camisa 11 vive péssima fase e os são-paulinos não suportam mais vê-lo em campo.

 

Com a entrada de Cueva o time até voltou a crescer e buscar chances de gol, mas tem dias que nada da certo, Chavez perdeu um de cabeça aos 23’ , no minuto seguinte Robson chutou fora, aos 32’ o atacante até marcou em passe de Mena, mas o chileno estava impedido, e aos 39’ aconteceu o IMPOSSÍVEL, Cueva cortou para o meio, deu passe lindo para Chavez que chutou para fora. 

 

Foi decretado, mais um revés, agora já são 5 jogos sem vencer no brasileirão, sendo 3 derrotas e 2 empates.

 

E agora ?

 

O Tricolor deu sorte, sim sorte! Porquê Internacional, Vitória e Sport também perderam, e não o tiraram da 14ª colocação, são 36 pontos, exatamente 3 do Internacional que é o primeiro do Z-4, à 2 pontos do Sport que é o 16ª, e  1 ponto do Vitória 15ª colocado.

 

E a próxima rodada será de muita aflição, o Inter recebe o vice líder Flamengo em casa, enquanto Sport x Vitória jogam na Ilha do Retiro, quem vencer passa o São Paulo, que vai a campo só na segunda-feira às 20h00 (BSB), para encarar o Fluminense no Rio de Janeiro.

 

FICHA TÉCNICA

 

SÃO PAULO 0 X 1 SANTOS

 

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Data: 13 de outubro de 2016, quinta-feira

Horário: 21 horas (de Brasília)

Árbitro: Anderson Daronco (RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves e Elio Nepomuceno de Andrade Júnior (ambos do RS)

 

Cartões amarelos:

 

SÃO PAULO: Mena, Robson. SANTOS: Zeca, Copete.

 

Público: 28.321 pagantes (total: 29.314).

Renda: R$ 570.430,00.

 

GOL: SANTOS: Jonathan Copete, 1 minuto do 2T.

 

Escalações:

 

SÃO PAULO: Denis; Buffarini, Rodrigo Caio, Maicon e Mena; Hudson (Jean Carlos), Thiago Mendes, Wesley (Cueva) e Carlinhos (Kelvin); Robson e Andres Chavez Técnico: Ricardo Gomes

 

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz (Daniel Guedes), Luiz Felipe, David Braz e Zeca; Renato (Fabian Noguera), Thiago Maia e Lucas Lima (Yuri); Jean Mota, Copete e Ricardo Oliveira Técnico: Dorival Júnior

 

DESABAFO

 

A sensação é de desespero, o time não consegue vencer, a bola não entra, Chavez nosso principal atacante não marca 7 jogos. Como pode um camisa 9 ficar há 7 jogos sem marcar ? É IMPOSSÍVEL.

 

Os jogadores tomam o gol e baixam a cabeça e entregam a partida, não tem luta, não tem raça, não tem vontade de vencer!

 

O São Paulo é gigante, são SEIS títulos nacionais conquistados, TRÊS vezes campeão da América, o brasileiro que mais vezes conquistou o mundo, será que isso não pesa?

 

Ricardo Gomes é ridículo, o que será que ele faz nesses “treinos” fechados? Porque treinamento mesmo não parece que está rolando e apesar de um retrospecto tão ruim já está garantido até o próximo confronto no mínimo.

 

O mais engraçado sobre Gomes é que o Botafogo, time que ele abandonou em 17ª colocado, na zona de rebaixamento, sem ele evoluiu de tal modo que hoje é o 5ª na tabela e está se classificando para a libertadores.  

 

Fonte: Mauro Horita – Agif

 

Técnico saiu do Pacaembu de cabeça baixa.

 

E o torcedor são-paulino? Opa parabéns, quase 30 mil, quarta-feira à noite! Em um jogo às 21h perto do metrô, fácil para ir embora depois do fim da partida né? Mesmo assim alguns prefiram ir para casa mais cedo, não tinha 30 minutos do segundo tempo quando vi que muitos começaram a sair do estádio. E dá para julgar esse torcedor? Porque a vontade é ir para casa mesmo, ou melhor, nem sair de casa embaixo de chuva para ver esses caras jogarem, mas porra é a nossa camisa, precisa ficar lá e apoiar até o apito final. Só o torcedor pode salvar o São Paulo.

 

Só quem realmente ama este clube é que pode salvá-lo e #TimeGrandeNãoCai

 

 

Jéssica Nogueira Gonçalves.