Tricolor vence fora e fica a um ponto do líder

 

O Tricolor Paulista foi até Minas Gerais enfrentar o América-MG pela 7ª rodada do Brasileirão 2018. Além de vencer fora de casa pela primeira vez na competição e somar três pontos importantes, o time paulista subiu 3 posições e segue sendo o único invicto no campeonato!


 

FORA TEMER

 

Quase 12 horas antes da partida começar a maior organizada do clube, a Torcida Independente saiu do centro de São Paulo rumo a BH, nada diferente, já que torcida tem como sua principal ideologia acompanhar o clube aonde ele jogar, mas desta vez um dos ônibus carregou uma faixa de apoio aos caminhoneiros e de protesto contra Michel Temer

 

Foto: reprodução Twitter @torcidaindependente


 

Dentro de campo

 

O time comandado por Aguirre entrou em campo praticamente igual ao que venceu o Santos no Domingo anterior, as únicas mudanças foram a volta de Arboleda ao time titular no lugar de Anderson Martins, que está suspenso e a entrada de Araruna no lugar de Marcos Guilherme, que está com a situação em aberto no clube e caso jogue mais uma partida não poderá mais vestir outra camisa na competição.

 

Se a escalação não teve grandes mudanças a postura do time teve.

 

O São Paulo já começou o jogo para frente, Nenê no contra-ataque aos 7’ de jogo, encontrou Everton que cruzou para Diego Souza, o camisa 9 não perdoou e balançou as redes.

 


(Posse e Festa na comemoração - Foto: Rubens Chiri)

 

Mas os donos da casa, que estavam invictos no Independência também queriam jogo, e trataram de empatar a partida aos 11’ Rafael Moura recebeu de Norberto e balançou as redes.

 

A partida seguiu eletrizante. Aos 17’ Hudson de cabeça quase fez mais um para o Tricolor, a bola passou raspando no gol do Coelho. Aos 20’ foi a vez do Sidão trabalhar e evitar o gol do América, Leandro Donizete arriscou de longe e o camisa 12 se esticou para buscar a bola, depois aos 34’ o goleiro contou com a sorte, quando Rafael Moura chutou forte da intermediária e a bola passou por cima do gol são-paulino.

O primeiro tempo parecia que ia acabar tudo igual, mas Matheus Ferraz derrubou o zagueiro Arboleda dentro da área e juiz assinalou pênalti para o Tricolor.

 

Nenê bateu e converteu 2x1!

 


(Foto: Rubens Chiri)

 

Na volta do segundo tempo a equipe comanda por Aguirre não tirou pé do acelerador, Hudson e Araruna desperdiçaram a oportunidade de ampliar  o placar, mas o craque do time resolveu fazer golaço.

 

Aos 15’ Militão sofreu falta no lado direito do campo, o camisa 7 bateu com perfeição no ângulo esquerdo. Indefensavel, 1x3!

 

 

(Golaço para coroar a vitória merecida do Tricolor. - Foto: Rubens Chiri)



 

Aguirre mexeu na equipe promoveu a entrada de Tréllez no lugar de Diego Souza, Valdívia no lugar de Araruna e por último ainda colou Liziero no lugar de lugar de Everton.

As mudanças ajudaram o São Paulo a manter o ritmo de jogo e continuar atacando. Vitória tranquila fora de casa!

O São Paulo chegou aos 13 pontos um a menos do que o líder da competição, assim como Atlético-MG e Fluminense, que levam vantagem pelo número de vitórias.

 

Entrosamento e Alegria

 

Vencer foi importante por diversas razões, e essa tal invencibilidade é o menor delas. O time que vem sendo comandado por Nenê dentro de campo mostrou aquela raça de segundo tempo que os são-paulinos tanto pediam. Mesmo depois do terceiro gol os jogadores continuaram buscando novas oportunidades e se entregando em campo. Os três pontos, somados ao entrosamento e a alegria apresentada pelos jogadores é a maior vitória da rodada!

 

Que continue assim, porque nesta quarta-feira (30), já tem duelo contra o Botafogo no Morumbi às 21h. E no final tem semana tem CHOQUE-REI no Allianz Parque. Ou seja, o time vai precisar de muito entrosamento e garra para manter essa tal invencibilidade.

 

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 1 X 3 SÃO PAULO
Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 27 de maio de 2018, domingo
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Correa (RJ) e Luiz Cláudio Regazone (RJ)


Cartão Amarelo: Aderlan, Matheus Ferraz, Giovanni e Juninho (América-MG); Hudson, Bruno Alves e Militão
Cartão Vermelho: –


Gols: AMÉRICA-MG: Rafael Moura, aos 11 minutos do primeiro tempo
SÃO PAULO: Diego Souza, aos sete minutos do primeiro tempo; Nenê, aos 47 minutos do primeiro tempo, e aos 15 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Sidão; Militão, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Jucilei, Hudson e Araruna (Valdívia); Nenê, Everton (Liziero) e Diego Souza (Tréllez) Técnico: Diego Aguirre
AMÉRICA-MG: Jori; Norberto, Messias, Matheus Ferraz e Giovanni; Leandro Donizete, Juninho, Serginho, Aderlan (Ademir) e Luan (Ruy); Rafael Moura (Judivan) Técnico: Enderson Moreira

 

Por: Jéssica Gonçalves - A cada dia te quero mais !