Tudo passa, porém o Atlético sempre fica

As várias derrotas dentro de casa,  má atuações do time custaram o emprego de Roger Machado, em 18 meses, tivemos a proeza de trocar 3 vezes de técnicos. A conclusão que chegamos com tudo isso, é que nosso  problema está longe de ser técnico, porém é mais fácil depositar toda culpa em um homem somente, do que ver os outros.

Não sou habituada em falar de diretoria, de presidente do Clube e afins, mas neste momento é impossível, tivemos uma grande perda que foi o Eduardo Maluf e infelizmente nosso caríssimo presidente, se divide entre o Clube e a política, coisas que ao meu ver não deveriam andar juntas, ou é um ou é outro.

Imagem: Extraída da internet

Infelizmente, vivemos em um momento totalmente retrógrado, onde boa parte da torcida em si acha que somente trocando de técnico tudo irá se resolver, no caso dos dias de hoje, era tirar o Roger (o que já foi feito) e tirar o Rafael Carioca (o que deverá ser feito nos próximos dias, infelizmente). Na questão do técnico, o Cuca e o Levir não são superados nunca, eu até entendo em partes, ambos os dois tem passagens importantes por aqui, os respectivos títulos conquistados da Copa Libertadores e da Copa do Brasil foram sob o comando deles.

Só que de 2013 pra cá já se passaram 4 anos, de 2014 pra cá 3 anos, temos que parar de olhar pra trás, focar no nosso presente que não está sendo um dos melhores neste momento.

Falando em Rafael Carioca, ele é um dos melhores volantes do futebol brasileiro, e boa parte dos torcedores não gostam do estilo de jogo dele, pois ele não chega dando carrinho em todo mundo e por isso é chamado de "preguiçoso", se ele sair, vai ser uma baita perda para ao time, e eu aviso, ele irá sair e no futuro irão sentir saudades.

A culpa da nossa displicência vai muito além do que podemos imaginar, não é culpando um jogador ou outro que iremos sair dela.

Falando em jogadores, ao meu ver tá na hora de todos chamarem a responsabilidade pra si, todos são profissionais ali dentro, não tem nenhum amador.

 

Imagem: goal.com

Desejo boa sorte para o Roger Machado no seu futuro Clube, acredito muito em seu potencial.

Na manhã desta sexta feira, o novo técnico foi anunciado, após tentarmos trazer o Abel Braga e o mesmo optar por continuar no Fluminense, Rogério Micale é nosso novo técnico até dezembro. Micale, já passou por nossas categorias de base onde conquistou a Taça BH de Futebol Júnior em 2010 e 2011, Campeonato Mineiro Sub-20 de 2010 e 2012 e venceu duas vezes o Torneio Internacional Cor Groenewegen na Holanda em 2011 e 2012.

 

Imagem: Extraída da internet

Treinou também a Seleção Brasileira Sub-20 e Sub-23, foi vice campeão do Mundial Sub-20 em 2015, seu trabalho foi muito elogiado por isso, no mesmo ano ganhou medalha de bronze no Pan-Americano com a Seleção Sub-22.

Em 2016 assumiu o cargo da Seleção Sub-23, para as Olimpíadas Rio 2016, consagrou-se campeão e fez um feito histórico de conquistar a primeira medalha de ouro para o Brasil no futebol olímpico.

A ele que chega desejamos boa sorte, e que ele tenha paciência com a torcida e toda sua exigência. Neste momento nós torcedores, temos e iremos que abraçar o time, e como de praxe iremos apoiar e empurrar, só queremos as boas respostas dentro das 4 linhas.

Presidente, treinador, jogadores, todos estes passam, alguns deixam o seu nome escrito na história do Clube, outros irão sair pela porta dos fundos, mas uma coisa eu tenho certeza: o Clube Atlético Mineiro fica, ele sempre será maior que qualquer um desses, o Galo é nossa religião, por isso mais do que nunca, temos que estar com ele, nos bons e nos maus momentos, é uma vez até MORRER!

 

Por Eduarda Moreira.