UM CHOCOLATE AZUL

Numa noite histórica para o time estrelado, o Cruzeiro provou mais uma vez que o "Impossível" não existe, basta ter fé! E milhões de cruzeirenses tiveram.
O Cruzeiro entrou em campo contra LaU com uma única missão: VENCER. O resultado não poderia ser outro além dos 3 pontos.

 

(Foto: Rafael Arruda/ superesportes)


No primeiro minuto de jogo, o momento já era do Cruzeiro com dois escanteios a seu favor. Aos nove minutos, Thiago Neves sofreu falta perto da grande área, ele mesmo bateu e sem chances para o goleiro abriu o marcador para o time estrelado.
Aos 17 minutos, Thiago Neves, autor do primeiro gol, fez um belo lançamento para Sassá que, em impedimento, tentou cobrir o goleiro e bola parou na cabeça de Rafinha, que mandou a bola para dentro do Gol e fez  2x0 pra equipe Celeste.
A LaU insistia no gol, mas sem grande perigo. Aos 41 minutos ainda da primeira etapa, Arrascaeta foi derrubado dentro da área e o juiz marcou pênalti, Sassá bateu e aumentou a vantagem da raposa 3x0.
Ainda nos acréscimos, Vilches, da equipe chilena, foi expulso. O que já estava bom ficou ainda melhor.

 

(Foto: Rafael Arruda/ superesportes)

 

Mal começou o segundo tempo e a LaU perdeu mais um defensor, Echeverría recebeu o segundo amarelo e foi expulso.
Aí, meus amigos, com dois a mais o Cruzeiro nocauteou sem dó. Aos oito minutos da etapa complementar, Edilson fez um belo cruzamento e Arrascaeta, de cara pro gol, fez 4 a 0.
Aos 16 minutos, Egídio, que vinha sendo muito criticado, acertou um belo cruzamento para Sassá, e ele, impiedosamente, marcou o quinto do Cruzeiro (segundo dele no jogo) 5x0. Aos 23, a LaU atacou com Araos que chutou cruzado, mas Fábio fez uma boa defesa.
  Desde o primeiro minuto o Cruzeiro tinha uma missão estabelecida: VENCER. Com jogo totalmente a seu favor, vencendo por 5 a 0, o Celeste foi em busca de mais gols. Aos 28, Arrascaeta lançou para Romero, de cabeça, tocar para Thiago Neves fazer o 6° gol da equipe Celeste (segundo dele no jogo). Aos 35 minutos, Egídio fez mais um belo cruzamento e Sobis completou a festa no Mineirão e marcou o 7° gol da raposa.

 

(Foto: Washington Alves/Light Press)

 

Fim de jogo!O Cruzeiro venceu a LaU por 7x0 e segue vivo na fase de grupos ocupando a 2° posição com 5 pontos. A torcida foi fundamental, os mais de 34 mil presentes no Mineirão incendiaram o time desde o início.

Tantas vezes eu citei, jogai por nós que cantaremos por vocês, ontem vocês jogaram por nós, é uma felicidade imensa. (Laila Cristina)

O cruzeiro viajou ontem (27) para o Rio Grande do sul para enfrentar o Internacional pela 3° rodada do Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA:
CRUZEIRO 7 x 0 UNIVERSIDAD DE CHILE

Local: Estádio Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data: 26 de abril de 2018 (Quinta-feira)
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Roddy Zambrano Olmedo (Equador)
Gols:
Thiago Neves – aos 9 do primeiro tempo e aos 29 do segundo tempo
Rafinha – aos 17 do primeiro tempo
Sassá – aos 43 do primeiro tempo e aos 16 do segundo tempo
Arrascaeta – aos 7 do segundo tempo
Rafael Sóbis – aos 35 do segundo tempo
Cartões amarelos: Vilches (2), Echeverría (2) (La U); Henrique (Cruzeiro)
Cartões Vermelhos: Vilches, Echeverría (La U)

CRUZEIRO

Fábio; Edílson (Lucas Romero), Dedé, Léo e Egídio; Henrique (Ariel Cabral), Lucas Silva, Rafinha e Thiago Neves; Arrascaeta e Sassá (Rafael Sóbis). Técnico: Mano Menezes

UNIVERSIDAD DE CHILE

Herrera; Jara, Vilches, Echeverría, Matías Rodriguez, Reyes, Pizarro (Contreras), Beausejour, Araos, Soteldo (Rafael Caroca), Pinilia (Guerra). Técnico: Guilhermo Hoyos

Por Edna Pereira