Um clássico com clima de revanche.

(Imagem/ESPN)

Pode não valer um título, assim como a última vez que as equipes se enfrentaram, porém, a partida deste sábado (20), contra o Palmeiras no Allianz Parque, faz a torcida e o time santista recordar um certo dia 2 de dezembro de 2015. Final da Copa do Brasil, polêmicas, um gol no primeiro jogo que poderia ter mudado a história, um time badalado e outro desacreditado, rivalidade aumentada, e a perda do título nos pênaltis. Algo que está engasgado até hoje, afinal, tínhamos uma equipe melhor, tudo conspirava a favor... Mas sem tirar os méritos da equipe alviverde, costumo dizer que "perdemos este título para nós mesmos".

A perda do título tirou a vaga da equipe na Libertadores da América, algo lamentável pra um time que pela superação ao longo do ano mostrou que merecia estar lá. Mas o futebol é assim, definido em detalhes.

Desde então, passaram-se dois meses, a equipe santista manteve a base da equipe que disputou aquela final, e só  perdemos apenas dois jogadores - Marquinhos Gabriel e Geuvânio -, novos atletas chegaram para reforçar o elenco, e mais do que nunca, a vontade de vencer este primeiro clássico do ano com clima de revanche é ainda maior, não só dentro de campo, mas fora dele também.

Das 3 oportunidades em que a equipe santista jogou no estádio palmeirense, perdeu todas, tornando assim a partida de amanhã um desafio maior. No ano de 2015, o Alvinegro apresentou muitas dificuldades jogando fora de casa, e atualmente, das duas partidas fora de casa que disputou conquistou uma vitória e um empate. A preocupação maior para a partida ainda continua sendo a zaga, que neste começo de campeonato veio apresentando problemas, e o técnico santista vem tentando resolver nos treinos durante a semana. Já a velocidade, continua sendo a arma principal da equipe, principalmente nos contra-ataques, e o fato da equipe não ter jogado durante a semana - ao contrário do time palmeirense -, pode ajudar bastante.

As duas equipes se conhecem muito bem, pois apenas em 2015 se enfrentaram em 7 oportunidades, sendo que em 4 jogos com vitória alvinegra e 3 jogos com vitória alviverde, o curioso é que as vitórias de ambos os times foram conquistadas dentro de casa, algo que a nação alvinegra espera que mude na partida de amanhã.

O técnico santista fechou o último treino da equipe para a partida, mas provavelmente não teremos surpresa na escalação e a equipe deve entrar em campo com Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato e Lucas Lima; Gabriel, Ricardo Oliveira e Patito Rodríguez (Paulinho ou Serginho).

E que venha mais uma vitória fora de casa!

VAI PRA CIMA DELES, SANTOS!

Carolina Ribeiro