UM CLÁSSICO QUE VALE VAGA NA FINAL


(Foto: Jovem Pan)

Mais uma vez, Santos e Palmeiras se enfrentam em mais uma decisão. Dessa vez não vale título, mas vale vaga para a final do Campeonato Paulista.

Na última edição do campeonato, as duas equipes protagonizaram a final e o Santos se saiu campeão nos pênaltis. Agora, apenas uma das equipes poderá ser finalista por mais um ano consecutivo.

Caso a equipe santista saia vencedora, será a sua oitava final consecutiva, o que para os torcedores santistas já é algo bem comum.

O clássico entre as duas equipes ganhou uma proporção mais forte no ano passado, após as equipes se enfrentarem nas finais do Paulistão e da Copa do Brasil, com um título para o Santos e Palmeiras, respectivamente. Foram jogos pegados, com rivalidade não apenas da torcida, mas também dos próprios jogadores.

Será um clássico diferente, o primeiro no estado com torcida única, após medida tomada pela Secretaria de Segurança do Estado por conta das brigas de torcidas organizadas no clássico entre Palmeiras e Corinthians. Com isso, a única torcida presente no estádio será o do mandante, no caso, o Santos Futebol Clube, que além de ter um estádio inteiro a seu favor, também poderá contar com a mística do Alçapão e a invencibilidade que possui dentro de casa.

Por falar em invencibilidade, desde o retorno de Dorival Jr ao comando da equipe, o Peixe não perdeu na Vila Belmiro. E se formos analisar o número de partidas sem perder no estádio no Paulistão, a invencibilidade chega a marca de 5 anos!

Os jogadores santistas querem uma revanche e nós torcedores também! Afinal, a Copa do Brasil ainda está engasgada!

O Peixe deve entrar em campo com a seguinte escalação: Vanderlei, Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Thiago Maia, Renato, Lucas Lima e Vitor Bueno; Gabriel e Ricardo Oliveira.  

Amanhã é dia de lotar o Alçapão e de apoiar os 90 minutos os 11 guerreiros alvinegros que estarão honrando o manto em busca da 8ª final consecutiva! O jogo não será fácil, mas se der a lógica... A VAGA É NOSSA!

VAI PRA CIMA DELES, SANTOS!

Carolina Ribeiro