Um encontro delicado

Neste domingo (17), o Clube de Regatas do Flamengo entra em campo contra o Sport, pela vigésima quarta rodada do Brasileiro. Um encontro que no primeiro turno, em Recife, nos rendeu a primeira derrota no campeonato e desencadeou uma crise difícil de contornar.

 

Vindo de um empate sem gols pela Sul-Americana contra a Chapecoense, na última quarta-feira e uma derrota no clássico com o Botafogo, mais uma vez a crise volta a pairar no ar.

 

Graças a uma instabilidade irritante para qualquer torcedor rubro-negro, o que fica na cabeça de todos é até que ponto ter um investimento alto vale se não tiver retorno em vitórias e títulos. Claro que é quase utopia achar que o time pode ganhar tudo, mas o que mata é essa inconstância de um mês tá bem e no outro um desastre. E isso resume a temporada do Flamengo.

 

Já virou clichê falar que o próximo jogo será a redenção, que a partida é decisiva e que precisá-los vencer. A tão almejada estabilidade parece que não fará parte desse ano rubro-negro, até porque o fim desse ciclo se aproxima.

 

Falta só mais um jogo para a decisão da Copa do Brasil, mais uma partida para passar para as quartas da Sul-Americana e praticamente reta final do Campeonato Brasileiro. É frustrante pensar que aquela euforia de montar o elenco mais valioso do país só serviu para valorizar o clube. Esperamos que não!

 

Sobre a partida contra o Sport, talvez Rueda pudesse testar um dos goleiros reservas para escolher o que iria jogar a final. Acontece que Thiago sofreu uma lesão no punho e está praticamente fora, ou seja, o Muralha deverá ser o titular nesta partida.

 

O elenco que deve entrar em campo é difícil de prever já que o treinador nunca é claro sobre o que vai fazer. Talvez ele já entre com o time titular para testar para o jogo decisivo da Sul-Americana ou para o jogo da Copa do Brasil. Ainda temos outra baixa, já que Éverton se machucou no jogo passado, aos 20 minutos, e foi constatada lesão grau 2 na panturrilha.

 

Então, sem previsão para quem vai entrar em campo, pois em duas competições distintas temos que ter times diferentes já que alguns jogadores não podem jogar.

 

Imagem: Extraída da internet

 

Espero que por ser um jogo em casa, o Flamengo encontre de volta o bom futebol, já que assistir pelada não vai dar, é sofrido demais.

 

Parabéns ao nosso meia Diego que foi mais uma vez convocada para a seleção Brasileira, para participar das eliminatórias da Copa do Mundo.

 

Que esse encontro com o Leão que sempre é polêmico (vulgo 87) seja um bom jogo, e que na Ilha, seja o Urubu que saia com a vitória e os 3 pontos. A partida será às 16h. Então vamos Flamengo!

 

Paula Barcellos