Um greNAL onde só faltou futebol

 

Já era de se esperar que houvesse emoção, tensão, competitividade acirrada e confusão no clássico. Mas isso tudo é claro, acompanhado de futebol, que deixou a desejar na tarde do último domingo (23).

O clima na cidade era amigável, como sempre víamos gremistas e colorados juntos, partida com torcida mista e de quebra um pedido de casamento, o sol brilhando e tudo contribuindo para uma partida grande, de iguais.

O primeiro tempo não foi de assustar e muito menos de animar ambos os times. Os treinadores montaram suas estratégias e o objetivo era comum: não sofrer derrota. A verdade é que nenhum dos dois times jogou para vencer.

No segundo tempo o clima tomou conta de vez e Rodrigo Dourado leva três socos do jogador Edílson. Os jogadores foram expulsos, para euforia da torcida colorada que foi à loucura com a decisão injusta do árbitro. Afinal o jogador colorado que estava envolvido inicialmente no lance, era Vitinho.

 

Foto: Globo Esporte

 

O departamento jurídico do clube aguarda a denúncia do Superior Tribunal de Justiça Desportiva contra Edílson e já estuda possíveis medidas a tomar para assegurar punições ao lateral gremista.

O vice de futebol Fernando Carvalho ficou muito irritado com a atuação do árbitro e não economizou nas críticas. Entre elas: “Esse árbitro tinha que se aposentar. Quem sabe o contratam para comentarista. “

Sobre o jogo, podemos dizer que o Internacional foi uma equipe defensiva porque o momento era também de se defender, não desconsiderando o fato de que o ataque colorado deixou a desejar. Agora é trabalhar para melhorar a parte ofensiva e diminuir o número das partidas fora de casa, que quase sempre resultaram em derrota até agora no campeonato.

Com o empate, o colorado soma 37 pontos e foge por enquanto da ameaça do rebaixamento. A disputa com o Santa Cruz será no sábado, às 18h30, no Beira-Rio. Antes, pela Copa do Brasil, na quarta-feira, às 21h45, recebe o Atlético-MG pelo primeiro jogo das semifinais.

 

por Luana Tirado