UM JOGO A PARTE

 

Neste domingo (09), Ceará e Fortaleza se enfrentam, novamente, pela elite do futebol. O jogo acontecerá às 19 horas, na Arena Castelão.

A trigésima segunda rodada do campeonato brasileiro será especial para as equipes cearenses, isso por que domingo é dia de Clássico Rei. Todas as partidas são importantes, mas o Clássico Rei é mais que isso. Clássico Rei é aquele jogo que mexe com o coração da criança ao idoso, é o jogo que paralisa a capital cearense, que deixa todo e qualquer torcedor sonhando noites com a vitória sobre o maior rival.

 

Foto: @cearasc

 

Para todo Clássico, é preciso um Rei, e para este, o Time do Povo é soberano. São 582 jogos, com 197 vitórias para o Vovô, 204 empates e 174 jogos vencidos pelo Fortaleza. Já neste ano, ao protagonizarem, depois de 26 anos, um Clássico Rei na série A, novamente o Alvinegro de Porangabussu fez valer a menção de “maior do estado”. O Vovô bateu o Leão por 2 x 1. 

Ambos possuem 36 pontos, mas o Vozão está com a vantagem na tabela por conta do saldo de gols. Além da importância de todos os Clássicos, esse jogo define também qual time vai ficar à frente e consequentemente, se afastar da zona de rebaixamento.

Com o mando de campo pertencendo a equipe do Fortaleza, a torcida do Ceará terá acesso a apenas 30% dos ingressos destinados ao jogo, os outros 70% pertencem a torcida do Leão.

 

Foto: @cearasc

 

Para este duelo, o Ceará não contará com dois atletas: Bergson e Pedro Ken. Os dois levaram terceiro cartão amarelo contra o Internacional e estão suspensos. Entretanto, independente dos titulares, a torcida deseja ver: raça e amor a camisa, como todo Clássico pede! 

Uma coisa é certa, jogo é jogo, clássico é guerra! Vamos ganhar, Vovô.

 

Foto: @cearasc

 

A escalação do maior do estado não está definida, por conta dos desfalques, mas o provável time é: Diogo Silva, Luiz Otávio, Valdo, Samuel Xavier, João Lucas, Chico (no lugar de William Oliveira) , Fabinho, Ricardinho, Felipe Baxola, Thigo Galhardo e Felippe Cardoso.

 

Vai pra cima deles, Vovô!

 

Mariani Sobrinho