Um ponto para cada em SAN-SÃO desfalcado!

Clássico sem cara e nem jeito de clássico, foi o que aconteceu no domingo (27), na Vila Belmiro. Tanto São Paulo como o Santos não contaram com seus principais jogadores, e o público também resolveu não aparecer. O que resultou em um 1 x 1 extremamente apático.

(Foto: Rubens Chiri)

O Tricolor Paulista começou o jogo assustando os donos da casa e arriscando bastante, porém não durou muito tempo, o Peixe se recuperou e jogou de igual com o São Paulo, nenhum dos dois conseguiu um bom primeiro tempo. O Santos até chegou a marcar com Joel aos 33 minutos, porém, a posição do camaronês era ilegal e foi invalidada pelo bandeira. 

Já na segunda etapa, o time de Dorival Junior veio com tudo para cima dos atletas de Bauza e não demorou muito para abrir o placar. Com 13 minutos de jogo, Joel recebeu na entrada da área, girou fácil em cima de Maicon e bateu de perna esquerda no ângulo, o goleiro Denis nem tinha o que fazer. 

E assim permaneceu o jogo, com o time da baixada jogando melhor e criando diversas oportunidades de gol, Denis inclusive trabalhou bem aos 17 minutos de jogo quando Longuinechutou forte de fora da área e o goleiro conseguiu espalmar e afastar a bola. E como o velho ditado do futebol diz, “quem não faz, toma”. O atacante Alan Kardec (entrou aos 21 minutos no lugar do meio campo Daniel), subiu firme em escanteio cobrado pelo também substituto Lucas Fernandes (entrou no lugar de Centurión), e empatou o jogo.


(Foto: Rubens Chiri)

Fim de jogo e o Tricolor lidera o grupo C com 18 pontos, a mesma soma que o Audax, porém, com vantagem no saldo de gols. E o Santos caiu para segunda colocação do grupo A com 23 pontos, também devido ao saldo de gols já que o São Bento também faturou 23 pontos.

Não da para dizer que o jogo foi ruim para o São Paulo, na atual fase da equipe um ponto fora de casa em um clássico é um alivio, afinal, o time perdeu os últimos dois clássicos para Corinthians e Palmeiras respectivamente por 2 x 0. 
Também não da para comemorar este ponto conquistado, a equipe parece que não se encaixa, não tem velocidade e raramente mostra vontade dentro de campo.

Na tabela unificada do Campeonato Paulista o tricolor ocupada a 5ª posição.                                                                                                                                                                                                                             

FICHA TÉCNICA

SANTOS 1 X 1 SÃO PAULO

Data: 27/03/2016
Horário: 18h30 (de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis e Luiz Alberto Andrini Nogueira
Público pagante: 6.239 torcedores
Renda: R$ 171.980,00 
Cartões amarelos: Lucas Fernandes (São Paulo); Neto Berola (Santos)
Gols: Joel (Santos), aos 14 do 1º tempo; Alan Kardec (São Paulo), aos 37 do 2º tempo

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Caju; Renato (Alison), Léo Cittadini (Serginho), Rafael Longuine e Vitor Bueno (Neto Berola); Paulinho e Joel.
Técnico: Dorival Júnior

SÃO PAULO: Denis, Bruno, Lugano, Maicon e Carlinhos; Hudson, Thiago Mendes (Kelvin), João Schmidt, Centurión (Lucas Fernandes) e Daniel (Alan Kardec); Calleri.
Técnico: Edgardo Bauza

Extra Campo

O que realmente merece destaque neste último fim de semana de páscoa é a TORCIDA INDEPENDENTE (maior organizada do São Paulo Futebol Clube). 

Integrantes de diversas localidades se empenharam em desenvolver um projeto que vai muito além de torcer, uma verdadeira vitória fora dos campos! 

Centenas de ovos de páscoa foram distribuídos para crianças de baixa renda. 

A página oficial da organizada divulgou diversas fotos de locais diferentes em que os seus associados estiveram presentes. Levando além de chocolate, muita diversão e alegria. Em tempos de crise em que é cada vez mais difícil ver alguém fazendo o bem, ações como esta devem ser ainda mais divulgadas, porque olhando superficialmente o único compromisso que esta torcida tem é com o São Paulo, mas quando você conhece o verdadeiro intuito dela, você percebe que vai muito além disso.

(Imagens retiradas da Página Oficial da Torcida Independente)

“O direito de ser Independente nos dá o dever de ser solidários”

Parabéns a TORCIDA INDEPENDENTE, que ações como está continuem acontecendo. 

Jéssica Nogueira Gonçalves.