Uma final na primeira rodada

 

 

A final da Copa do Mundo acontece apenas no dia 15 de julho em Moscou, porém para a Sérvia a final será em Samara às 9h deste domingo contra a Costa Rica. E para a primeira das três finais, juventude e confiança são as apostas da equipe.

 

 

Foto: David Gray/ Reuters

 

 

Esse peso para a estreia tem a ver com as pretensões de classificar para as oitavas de final já que as próximas duas partidas serão contra os dois favoritos do grupo: Brasil e Suíça.

E como toda final, a Sérvia sabe que não terá vida fácil. Jogando contra a equipe que além de ter sido a sensação da última Copa do Mundo, que se classificou em primeiro no chamado grupo da morte com Itália, Inglaterra e Uruguai é experiente, o país europeu terá que mostrar a energia de seus jovens jogadores. A média de idade da Seleção é de 26 anos e dos 23 convocados, nove deles têm até 23 anos. Entre os jovens que são vistos como promissores estão Mitrovic e Milinkovic-Savic. Porém a inexperiência não preocupa o técnico do time:

 

 

"Não nos preocupamos em ser uma equipe jovem. Temos aqui os melhores jogadores sérvios do planeta. Sobre Mitrovic e Milinkovic-Savic, sabemos que são estrelas com muito potencial e estão mostrando isso. Não existe pressão sobre eles. Ambos sabem o que fazer e estão centrados", afirmou Mladen Krstajic.

 

 

Além da confiança no time, o meia Marko Grujic acredita que o apoio de sua torcida será o combustível para que o elenco possa fazer boas atuações.

 

 

"Nós não jogamos bem nos últimos oito anos, não conseguimos vaga na Eurocopa e na Copa do Mundo, o que fez os torcedores deixarem de acreditar na seleção. Mas, agora, eu percebo que a torcida e o povo sérvio está confiando em nós e voltando a acreditar no time", explicou.

 

 

Camila Leonel