VAI COMEÇAR A FASE DE GRUPOS

 

(Foto: Ricardo Duarte)

Depois de passar por duas fases preliminares da Libertadores o Internacional inicia sua caminhada na fase de grupos da competição. Nesta terça-feira (03), o Colorado recebe a Universidad Católica, às 19h15, no estádio Beira-Rio, pela primeira rodada do Grupo E.  

Em clima de Libertadores desde o início da temporada, a preparação para o confronto foi em ritmo acelerado. O técnico Eduardo Coudet teve apenas dois treinamentos para resolver as incógnitas da escalação colorada para o jogo. 

Sem poder contar com D'Alessandro, suspenso, Chacho precisa definir um substituto. O mais cotado para assumir a vaga do camisa 10 colorado é Thiago Galhardo, que vem fazendo bons jogos no Campeonato Gaúcho.  

Outra dúvida é no meio campo. Rodrigo Lindoso sentiu um desconforto no jogo diante do Tolima e pode ficar de fora. Thiago Galhardo e Marcos Guilherme podem pintar da equipe com a ausência de Lindoso. Na lateral esquerda, o desfalque é Moisés, ainda se recuperando de lesão. Uendel deve seguir como titular. 

A preparação para a partida se encerrou na tarde desta segunda-feira (02), com um treino fechado no CT Parque Gigante. A tendência é que o Inter vá a campo com a seguinte escalação: Marcelo Lomba; Rodinei, Bruno Fuchs, Víctor Cuesta e Uendel; Musto, Edenilson, Boschilia e Rodrigo Lindoso (Marcos Guilherme); Thiago Galhardo e Paolo Guerrero. 

Essa é a segunda vez na Libertadores que o Colorado enfrenta uma tradicional equipe chilena. Na primeira fase da pré-libertadores o Colorado enfrentou a Universidad de Chile e agora tem pela frente seu rival, a Universidad Católica. Os Cruzados são os atuais bicampeões chilenos. Mesmo sendo considerado o time mais fraco do Grupo E será um confronto duro. Além de Inter e Universidad Católica, o Grupo E conta também com o Grêmio e o América de Cali. A fase de Grupo dá uma margem de erro maior, o que pode fazer com que o Inter seja mais ousado em relação à pré-libertadores. Começar ganhando em casa, tendo em vista a dificuldade do Grupo, é primordial. 

 

Por: Ingrid Fochezatto 

 

*Esclarecemos que os textos trazidos nesta coluna não refletem, necessariamente, a opinião do Blog Mulheres em Campo.