VALEU GIGANTES!

Vasco reage mas perde nos pênaltis na final da Copinha

 

Ale Vianna/ Divulgação



 

Nasci em 1992, ano em que o Vasco entrava para a história ao ganhar a Copa São Paulo. Não acompanhei esse momento, mas sempre ouço falar dos craques revelados naquele ano. Confesso que durante todos esses anos, essa foi a primeira vez que consegui acompanhar o futuro do meu clube nesta competição tão importante para cada menino que tem o futebol como seu grande sonho.  

Na tarde deste 25 de Janeiro de 2019, quis o destino que Vasco e São Paulo estivessem frente a frente assim como na final de 92. Uma nova geração de jogadores que no futuro nem tão distante, darão muito orgulho aos seus torcedores.

O palco foi o Pacaembu que estava lotado e nem o temporal que caiu na capital paulista, atrapalhou o grande futebol jogado pelas duas equipes.

Foram dois tempos distintos onde no primeiro só deu o tricolor paulista. O Vasco estava meio irreconhecível. Nervosismo? Talvez, e o São Paulo soube aproveitar do momento, principalmente da defesa que estava um pouco perdida e terminou a primeira etapa vencendo com o gol do artilheiro Gabriel Novaes. Um gol polêmico, já que o juiz não marcou falta clara em João Pedro na origem da jogada.

 

Thiago Reis marcou o gol de empate ( Rafael Ribeiro/ vasco.com.br)

 

A esperança da torcida vascaína era que o time acordasse no segundo tempo e que a garra e a luta daquele Vasco que conseguiu chegar até ali, voltasse. Pois bem, no início da segunda etapa um balde de água fria, Antony ampliou o placar para o tricolor. A torcida adversária já ensaiava os seus gritos de "olé" , mas apesar do placar adverso o time se organizou, e perdeu três grandes chances na cara do gol. Era o sinal da reação, que começou com Lucas Santos aos 30 minutos em um GOLAÇO de falta.

O time foi buscar e não deu outra, o nosso artilheiro Tiago Reis deixou tudo igual levando a partida para os pênaltis. Era aquela hora de preparar o coração mais uma vez, assim como na semifinal, mas não era o nosso dia. Lucas Santos até marcou para o Vasco, mas o tricolor ganhou por 3 a 1, o goleiro adversário pegou duas cobranças e o time desperdiçou outra no travessão.

Infelizmente a nossa ótima campanha na competição não foi coroada com o título da Copa São Paulo, mas todos os meninos e comissão técnica estão de parabéns! Vocês fizeram história e honraram a nossa camisa.  

 

Rafael Ribeiro/ vasco.com.br

 

Por Jessica Martins