VAMOS AO QUE INTERESSA

 

 

Chegou a hora da equipe liderada pelo Profeta mostrar que 2019 será diferente. O São Paulo entra em campo nesta quarta-feira (06), às 21h30 (horário de Brasília) para enfrentar o Talleres em seu primeiro jogo da Pré-Libertadores.

 


(Divulgação)

 

O time de André Jardine, vai até Córdoba enfrentar uma equipe que é apenas a 12ª colocada no Campeonato Nacional, mas nem por isso o clima é de tranquilidade entre os são-paulinos.

É com 3 vitórias e 2 derrotas na temporada que o São Paulo chega para o mata-mata e é exatamente o início de ano irregular que tem tirado o sono de TODOS os torcedores do Soberano, porque não dá para ir mais ou menos nesse jogo, agora é literalmente tudo ou nada.

 

QUEM JOGA?

 


(Foto Gazeta Esportiva)

 

Para partida da vida, provavelmente teremos duas duplas no meio que dividem opiniões. Enquanto Nenê e Hernanes juntos são o sonho da maioria dos são-paulinos, Hudson e Jucilei tem sido o pesadelo.

O tricolor não vai contar com Liziero e Anderson Martins lesionadas, nem com o garoto Luan que está com seleção sub-20 no Chile.

A provável escalação é Tiago Volpi; Bruno Peres, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Jucilei, Hudson e Hernanes; Nenê, Everton e Pablo.

 

"Sai para lá, macaco"

 

O árbitro escolhido para apitar a partida é Wilmar Roldán, assim pelo nome talvez seja difícil de lembrar, mas foi esse o juiz que depois de validar o segundo gol irregular do Libertad do Paraguai na Copa Sul-Americana de 2011 na partida que o Tricolor foi eliminado, xingou o jogador Juan de Macaco.

 

Confira um trecho de uma entrevista de Juan na época:

 

“Eu fui cobrar ele por dar só três minutos de acréscimo e ele falou: "Sai para lá, macaco". Aí, depois do jogo, mandei ele falar quem era o macaco agora. E ele foi covarde, como foi o jogo inteiro. A Conmebol está de sacanagem”.

 

O jogador ainda foi expulso e teve que sair do estádio escoltado pela polícia local. Mas as confusões não param por aí.

Em 2013, pela Libertadores, Roldán marcou um pênalti inexistente para o Arsenal de Sarandí em um jogo no Pacaembu e no final da mesma partida ainda expulsou o atacante Luis Fabiano por reclamação.

 


(Foto: JF Diorio / Ag. Estado)

 

Espero que na noite desta quarta-feira o Tricolor jogue bola o suficiente para que problema nenhum da arbitragem atrapalhe o resultado final.

 

A torcida que conduz o time!

 

Mesmo contrariada com muitas decisões da diretoria do Soberano, a maior organizada do time não medi esforços para acompanhar a partida e apoiar o São Paulo. A Torcida Independente saiu do centro da capital na segunda-feira (04), e tem retorno previsto só para a madrugada do próximo sábado (08).

Vida longa aos guerreiros que largam tudo para ver o SPFC jogar, que o time se dedique, honre os torcedores e traga a vitória!


 

Por Jéssica Gonçalves - EU SOU SÃO PAULO DE CORAÇÃO!