Vamos falar sobre desperdício.

 

Sabe aquela rodada onde todas as oportunidades do time entrar para o G4 acontecem, aqueles cálculos malucos de torcedor viram realidade, o clima agradável de uma noite onde tudo poderia ter dado certo… Mas, porém, contudo, todavia, entretanto, NÃO DEU.

 

Na noite de 22 de março, o Taubaté recebeu o Sertãozinho no Joaquinzão, pela 12ª rodada do Campeonato Paulista Série A2.

 

O juiz mal tinha autorizado o início do jogo quando Tito marcou para o sertãozinho, o Alviazul demorou a perceber que a partida já havia começado. Com grandes chances dentro de campo, o time visitante só não teve maior vantagem graças ao goleiro Célio Gabriel. O E.C.T bem que tentou mas a bola parecia não querer entrar.

 

Foto: Bruno Castilho / E.C.Taubaté

 

Quem se distraísse um pouco na arquibancada poderia pensar que o segundo gol do Sertãozinho se tratava de um Déjà vu, aos 2’ do segundo tempo, Luciano Sorriso acertou o gol e ampliou para a equipe visitante. O Burro da Central tentava reagir quando Rodrigo Soares sofreu uma lesão e teve que ser levado ao hospital.  

 

Para aumentar o azedume que cercava o torcedor presente, uma leve chuva começou a cair. Parte da torcida acabou por deixar o estádio antes da volta da ambulância, o jogo ficou paralisado por 27 minutos. Com a volta do jogo, o Burro apertou e Tremonti conseguiu marcar.

 

O Taubaté teve outras chances, mas no último lance da partida, a bola acertou o travessão e por muito pouco não garantiu o empate. Esporte Clube Taubaté 1x2 Sertãozinho, um belo desperdício de oportunidade.

 

Gols

Taubaté: Tiago Tremonti 25’ 2T

Sertãozinho: Tito 1’1T, Luciano Sorriso 2’2T

 

Cartões Amarelos

Taubaté: Edgar, Tiago Tremonti, Alex Silva

Sertãozinho: Jefferson Maranhão, Alemão, Fábio

 

Esporte Clube Taubaté

Célio Gabriel, Rafael Ferro (Gabriel), Edgar (Rychely), Eder, Luis Felipe, Alex Silva, Alan Mota, Cassinho, Tiago Tremonti, Rodrigo Soares (Rafael Rosa) e Caíque.

Técnico: Evaristo Piza

 

 

Sertãozinho

 

Marcio, Fábio, Eli Sabiá, Alemão, Daniel, Luciano, Tito, Mateus (Felipe Manoel), Jefferson Maranhão (Barboza), João Paulo e Felipe Silva.

Técnico: José Carlos Serrão

 

 

Ocorrências / Observações

 

O preparador de goleiros do E.C.Taubaté, Gisiel Rezende, foi expulso da partida no término do primeiro tempo, ao ir em direção do juiz dizendo as seguintes palavras: “Porra Márcio, só um minuto de acréscimo, o jogo ficou parado pra caralho e você só dá um minuto de acréscimo”.

 

Aos 55’ de jogo, a partida foi paralisada devido à retirada e transporte para o hospital, do atleta Rodrigo Soares do E.C.Taubaté, que se lesionou durante disputa de bola. No estádio só havia uma ambulância e o jogo foi reiniciado após 27’, quando a ambulância retornou.

 

 

Árbitro: Márcio Roberto Soares

Árbitro Assist 1: Rogerio Pablos Zanardo

Árbitro Assist 2: Fernando Afonso Gonçalves de Melo

Quarto Árbitro: Thiago Lourenço de Mattos

 

 

 

Blog MEC informa:

 

O jogador Rodrigo Soares, que defende o Alviazul desde 2015, sofreu fraturas na tíbia e na fíbula e infelizmente está fora da Série A2 do Campeonato Paulista.

 

Faleceu no último domingo na cidade de São Paulo, Jovelino Augusto da Silva, campeão pelo Esporte Clube Taubaté na Divisão Intermediária no ano de 1979.

 

 

“Tira esse azedume do meu peito

E com respeito trate minha dor;

Se hoje (...) sofro tanto,

Tens no meu pranto a certeza de um amor.”

 

 

O Taubaté volta a jogar no sábado (25), quando enfrenta o Votuporanguense, às 15h, fora de casa.

 

 

FORA PIZA!

 

Nos vemos na bancada.

Ana Clara Silva Lindegger – Orgulho de ser Taubaté.