VAMOS MACAQUINHA PRA CIMA DO CRUZEIRO!!

 

 

A Macaca querida vai entrar em campo nesta quinta-feira (22),  às 19h30 no Moisés Lucarelli em Campinas para enfrentar o Cruzeiro. Após o jogo polêmico contra o Santos no Pacaembu no último sábado (17), com o placar de 0x0, jogando e se defendendo bem, o time conseguiu sair com um ponto.  Um gol mal anulado aos 39 minutos do primeiro tempo tirou os 3 pontos do time de Campinas. Quando David Braz cabeceou para o próprio gol e o árbitro invalidou a jogada, pois havia um jogador da Ponte estava impedido, quis entender como pode uma coisa dessas, um gol contra impedido? Sim, para Ponte Preta isso pode.

Agora o jeito é focar e aproveitar a sequência de dois jogos em casa, para somar seis pontos e conseguir permanecer entre os 11 primeiros. No Majestoso, o time está 100%, com três vitórias em três jogos. O que não pode acontecer é ser roubado dentro de casa, já que nas últimas duas partidas fora, tivemos dois gols impedidos.

Voltando o foco para partida de quinta, hoje (21) teve treino fechado. O  técnico Kleina respondeu algumas perguntas, principalmente sobre o esquema tático do elenco e  afirmou que a Macaca vai entrar com força máxima, amanhã contra o Cruzeiro. Foi questionado o porquê dos treinos fechados e o comandante respondeu:

O treino fechado é para fazer as bolas paradas, jogadas ensaiadas, mas a equipe está confirmada.”

O treinador também respondeu se iria poupar o jogador Emerson Sheik. Kleina disse que  gostaria de colocar ele em todos os jogos, sabe o limite e vai administrar para as melhores sequências, até pelo medo de perder ele por tempo maior, mas confirmou que o atacante está entre os titulares para amanhã.

É um momento especial para a gente. Acho que temos totais condições de emplacar uma sequência de vitórias. É isso o que está faltando para o time embalar.”

O que podemos contar é com a volta do lateral Nino Paraíba que estava cumprindo um jogo de suspensão, devido os cartões amarelos.

 

 

(Foto: Raul Sauan/ PontePress)

 

Provável escalação da Ponte: Aranha, Nino Paraíba, Marllon, Rodrigo e João Lucas; Fernando Bob, Elton e Renato Cajá; Claudinho, Lucca e Emerson Sheik
Desfalques: Xuxa (transição física), Negueba (tratamento de entorse no tornozelo esquerdo) e Yago (recuperação de cirurgia no joelho)
Pendurado: Emerson Sheik
Arbitragem: Grazianni Maciel da Rocha apita o jogo, auxiliado por João Luiz Coelho de Albuquerque e Wendel de Paiva Gouveia, todos do Rio de Janeiro.

 

 

Ponte Preta raça de Campeão.

Por Caroline Valentim.