Vasco empata com o Avaí em jogo polêmico

O Vasco foi até a Ressacada e trouxe na bagagem um empate contra o Avaí 1x1 em um jogo onde a arbitragem foi o destaque da partida. O Vasco começou a partida indo pra cima do Avaí e fez um primeiro tempo impecável, surpreendendo o adversário, o time ia pro ataque, armava várias jogadas e não dava espaço para o time adversário. Em um primeiro tempo movimentado , o Vasco em uma boa jogada trabalhada abriu o placar, mas teve seu gol anulado, por impedimento. No final do primeiro tempo o Vasco abriu o placar, depois que em um lance em que o jogador Marquinhos do Avaí tocou com a mão na bola dentro da área e o juiz marcou pênalti a favor do Vasco, que o atacante Nenê cobrou e não desperdiçou. No lance seguinte a primeira polêmica, o jogador do Avaí se 
joga em cima de Jorge Henrique dentro da áre, pênalti, que o juiz não marcou e ainda deu falta do atacante vascaíno, e assim terminou o primeiro tempo. Na segunda etapa o Vasco veio mais desligado e o time do Avaí foi pra cima encontrando mais espaços para chegar ao ataque , e em em uma dessas jogadas veio o segundo erro, o árbitro marcou uma falta para o Avaí, na cobrança, a bola bateu na mão do lateral Madson e o juiz marcou pênalti,quando o jogador estava fora da área, menos mal que o atacante do Avaí chutou a cobrança para o alto,o lance gerou várias reclamações e já no banco  de reservas o árbitro expulsou o atacante Jorge Henrique. Em outra ocasião da partida em uma troca de empurrões entre Rafael Silva e Romário , ambos receberam o cartão vermelho e foram expulsos da partida. No final da partida veio a tristeza,o castigo, a decepção...gol do Avaí do atacante André Lima, que deu números finais a partida 1x1. 
O Vasco agora enfrenta mais um adversário direto, vai jogar contra a Chapecoense no dia 15, às 19:30 no Maracanã, e para essa partida já sabe que não poderá contar com o goleiro Martín Silva, (suspenso pelo terceiro cartão amarelo)e com os atacantes Rafael Silva e Jorge Henrique, expulsos na partida. 
Avante Gigante! 
Jessica, Vascaína.