Vasco vence a quinta partida e segue invicto no carioca.

 
 
Quem olhou o adversário desse sábado antes de começar a partida, pensou que seria fácil e que até poderia vir uma goleada, mas quando a bola rolou não foi bem assim, o Tigres deu um certo trabalho para o cruzmaltino. 
 
O Vasco iniciou bem o jogo, tinha o domínio da partida e era o único que buscava o ataque, o Tigres se fechava no seu campo defensivo e o gigante teve as melhores chances de abrir o placar na primeira etapa, mas o travessão e as boas defesas do goleiro Renan, impediram a equipe de sair em vantagem no primeiro tempo. 
 
Na segunda etapa, o time do Vasco veio com a mesma pegada do primeiro tempo, e logo no início quase abriu o placar,
em uma cabeçada de Riascos na trave, que chegou até a levantar uma dúvida se a bola havia ou não entrado, mas realmente não entrou. 
 
O técnico Jorginho em seguida fez duas alterações no time, Riascos deu lugar para Thalles e Julio dos Santos saiu para a entrada de Yago Pikachu, o Tigres perdeu o jogador Sérgio Raphael, que foi expulso após falta em Nenê. Aos 35 minutos veio então o alívio, após cruzamento na área o atacante Thalles cabeceou e a bola entrou no cantinho do gol de Renan; aos 38, o jogador da equipe do Tigres deu um chutão para o alto, o goleiro falhou feio ao tentar segurar a bola que caiu nos pés de Nenê que não desperdiçou e fechou o placar para o cruzmaltino 2x0. 
 
 
O Vasco segue tranquilo na liderança do campeonato com 15 pontos, 5 vitórias em 5 jogos, a próxima partida será na quinta feira diante do Friburguense em São Januário, e para essa partida o técnico Jorginho terá de volta o zagueiro Rodrigo, porém, não poderá contar com o meia Nenê, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. 
 
Na entrevista coletiva o técnico Jorginho falou sobre as dificuldades da equipe na partida:
 
"- Era isso que sabíamos que iríamos enfrentar. Cobrei muito durante a semana sobre a importância de mantermos a concentração, a aplicação tática, intensidade, pegada forte, marcando em cima, e o time cumpriu isso. O Tigres fez uma boa partida, jogamos melhor quando estava 11 contra 11. Achei o primeiro tempo ótimo, arriscamos uma pouco mais depois e, com o cartão, ficamos com mais espaços. Sabia que ia ser difícil. Esperava um campo pior, mas estava bom. O importante foram os três pontos."
 
O técnico também falou sobre os 100% de aproveitamento da equipe nesse início de campeonato:
 
"-Me alegro muito com isso. É o resultado de um trabalho realizado jogo a jogo, com muita concentração. A partida contra o Flamengo foi excelente, mas tínhamos que ser melhores contra o Tigres. Não podemos diferenciar adversários. O time foi muito responsável, continuou criando na saída de bola. É muito bom ver a equipe concentrada, independentemente de qualquer jogo, com um objetivo maior. É bom ganhar os cinco jogos, mas estamos longe do nosso ideal."
 
 
Capitão do Vasco nessa partida, o meia Andrezinho em entrevista após a partida falou sobre a "família" do Vasco:
 
"-Independente da faixa, a gente formou uma família. O grupo do Vasco não tem vaidade. Tem o Martin, o Luan... Essa liderança, não tendo apenas um capitão, faz o time homogêneo. Umas das coisas para se destacar é que desde o ano passado o Jorginho mantém a conduta de ter os pés no chão. É normal você chegar de uma vitória no clássico e as pessoas pensarem em certo relaxamento, mas não aconteceu isso" - disse ao SporTV.
 
Jessica Martins.
 
 
FICHA TÉCNICA
 
TIGRES DO BRASIL 0 X 2 VASCO

Data e hora: 20 de fevereiro de 2016, às 19h30 (de Brasília)

 
Local: Estádio Los Larios, em Duque de Caxias (RJ) 
 
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda 
 
Auxiliares: Eduardo de Souza Couto e Gilberto Stina Pereira
 
Cartões amarelos: Rafael Vaz, Andrezinho e Nenê (Vasco); Renan, Gabriel, Rodrigo Sam, Fabiano e Alex Santos (Tigres)
 
Cartão vermelho: Sérgio Raphael (Tigres)
 
Gols: Thalles, aos 35 min, e Nenê, aos 38 min do 2º tempo

TIGRES DO BRASIL: Renan; Alex Santos, Rodrigo Sam, Sérgio Raphael e Lucão; Gabriel (Lucas Dantas), Léo Bartholo, Fabiano, Giovanni (Lucas Willian) e Kelvy (Oliveira); Fabiano Oliveira.
Técnico: Marcelo Cabo

VASCO: Martín Silva; Madson, Luan, Rafael Vaz e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Julio dos Santos (Yago Pikachu), Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique (Eder Luis) e Riascos (Thalles). 
Técnico: Jorginho
 
Imagens: Vasco Site Oficial