Vencer o lanterna era obrigação, mas ficamos no empate

 

 

 

O Tubarão deixou escapar a oportunidade de vencer em casa e entrar no G4. Tencati culpou as ausências dos titulares pelo resultado negativo.

 

 

 

LEC X NAUTICO - SEM OR DA GLORIA.jpg

Queríamos a vitória e o G4,  mas passamos vergonha no Café. De novo.

FOTO: Gustavo Oliveira / Londrina Esporte Clube  

 

 

 

Time apático, sem criatividade, falta de iniciativa ofensiva e jogadores errando muitos passes dentro de campo. Esse foi o Londrina Esporte Clube que empatou em 0 a 0 com o Náutico, no estádio do Café, em partida válida pela 16ª rodada da série B do Campeonato Brasileiro. O LEC tinha a oportunidade de entrar no G4 se vencesse o lanterna da competição, ainda mais que o Internacional perdeu para o Vila Nova, mas como foi visto em algumas oportunidades em 2016, o Tubarão recuou de forma inaceitável e perdeu a chance de estar entre os quatro melhores do campeonato.

Com o resultado, o Tubarão fica na sexta colocação com 24 pontos. E agora vem uma sequência dura de jogos fora de casa.

Sobre a partida contra o Náutico. Vou te contar uma coisa. Que jogo feio! O LEC estava todo remendado para enfrentar o Náutico, uma vez que sete de seus titulares não jogaram. E esses jogadores fizeram uma falta, principalmente no meio-campo que demonstrou dificuldades claras para armar jogadas e organizar o time.  O meio-campo  definitivamente não funcionou hoje. E volto a dizer: Jogadores errando passes básicos. Pelo amor de Deus, isso é inaceitável.

O primeiro tempo foi marcado por poucas chances de gol. E todas elas sem qualidade de decisão para abrir o placar. Finalizações eram mal executadas, isso quando o ataque conseguiu ser acionado.

No segundo tempo, Tencati promoveu Marcinho, Fabinho e Safira do banco de reservas para ver se o time dava uma guinada. Não resolveu de nada. O melhor ataque da série B até o momento, passou batido em sua casa e não conseguiu vencer a pior defesa do campeonato. Não dá para acreditar! Jonatas Belusso e Carlos Henrique, por exemplo, tiveram chances claras de gols, porém não tiveram sucesso. Até o nosso artilheiro Belusso estava mal em campo.  

O técnico do Londrina Esporte Clube, Cláudio Tencati, comentou durante a entrevista pós-jogo, que faltou firmeza para que o time ganhasse a partida:

 

 

"Fizemos um primeiro tempo apático e sem criatividade. Houve melhora no segundo tempo, tivemos quatro possibilidades e não concluímos nenhuma. Nossos jogadores precisam aprender a ter firmeza. Não podemos falar que não tivemos oportunidade de vencer, pois tivemos", destacou Tencati.

 

 

Então o que faltou para a vitória? Tencati falou.

 

 

"Faltou a precisão e o último passe. Sofremos muito com o lado criativo e com as ausências, principalmente, no meio-campo. Muitos jogadores importantes ausentes e os que jogaram não conseguiram render", finalizou o treinador alviceleste.

 


 

A ZEBRA EM CASA CONTINUA

 

Começo a achar que vamos ter que fazer uma reza no estádio do Café toda vez que o time jogar em seus domínios. Sal grosso, fitinha vermelha, água benta. Tudo está valendo, porque não está fácil ver o time sofrer essas quedas de rendimento tão abruptas em casa.  

Para que tenhamos uma ideia, em 27 pontos disputados em casa, o LEC ganhou apenas 11. Eu disse 11 pontos em nove jogos realizados no Café. O torcedor fica frustado, revoltado, irritado com atuações pífias como as de hoje contra o Náutico.


 

PRÓXIMAS PARTIDAS

 

O LEC terá uma semana para se preparar para enfrentar o Guarani, no próximo sábado (29), às 16h30, no estádio Brinco da Princesa. A delegação alviceleste viajará na sexta-feira rumo à Campinas. Até o momento, a única volta é a de Jardel, que cumpriu suspensão automática diante do Naútico. Para os demais jogadores, é preciso avaliar como será a semana de treinamentos para identificar como será a situação de cada jogador.

 

Depois, no dia 1º de agosto, novamente fora de casa, o Tubarão enfrentará o América de Minas Gerais. E no último jogo do primeiro turno, a partida será contra o Vila Nova, no estádio do Café, em 5 de agosto.

 


 

FICHA TÉCNICA

LONDRINA 0 X 0 NÁUTICO

 

 

 

Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)

Data: 22 de julho de 2017.

Horário: 16h30 (de Brasília)

Árbitro: Salim Fende Chavez (SP)

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Miguel Caetano Ribeiro da Costa (SP)

Cartão Amarelo: Bidía (Londrina); Sueliton e Breno (Náutico)

 

LONDRINA: César; Reginaldo, Gustavo Geladeira, Marcondes e Ayrton; Bidía, Rafael Gava (Marcinho), Celsinho (Fabinho) e Artur; Alisson Safira (Carlos Henrique) e Jonatas Belusso. Técnico: Claudio Tencati

 

NÁUTICO: Jefferson; Léo, Breno, Feliphe Gabriel e Henrique Ávila; Amaral, Sueliton (Gerônimo), Jobson (Cal Rodrigues) e Diego Miranda; Alison (Erick) e Iago. Técnico: Beto Campos.

 

 

Viviane Alexandrino, torcedora do Tubarão.

#hojefoifeio #senaosofrenaoéLEC #Paiamado