Verdão é superado na Vila e vê o G-4 distante.

Foto: Daniel Vorley/gazetapress

De baixo de muita chuva, o clássico na Vila Belmiro começou até muito calmo. O Palmeiras, aos 7 minutos, teve sua primeira finalização com Barrios. A resposta do time alvinegro veio aos 11 minutos quando Lucas Lima cobrou falta e David Braz desviou de cabeça á direita de Prass. A partida estava equilibrada, até que o time do Santos puxou um contra-ataque, encontrando a defesa do Verdão desorganizada passando pelos pés de três jogadores até o gol de Tiago Maia.

Nos minutos finais do primeiro tempo, o Verdão voltou a tocar mais a bola tendo mais oportunidades para empatar. Foram três oportunidades boas contra uma do time mandante.

Na etapa final, o Palmeiras voltou tentando reagir o mais rápido possível. Com toda essa afobação, o time vacilou e deixou que o Santos ampliasse logo aos três minutos com R.Oliveira.

Para que tivesse mais criatividade no time, Marcelo Oliveira resolveu tirar o ''menino'' Matheus Sales e colocar Allione, recuando Robinho para a posição de volante.  Aos 29 minutos, finalmente, o Verdão chegou ao gol. Dudu tabelou com L.Barrios e bateu: 2x1.

As chances do empate eram pequenas quando, aos 45 minutos, Cristaldo foi expulso por uma suposta agressão ao jogador santista Gustavo Henrique. Os últimos minutos de jogos foram facilmente controlados pelo Santos, garantindo a vitória alvinegra por 2x1.

Com o resultado, o Palmeiras permanece com 48 pontos e agora vê a quarta colocação um pouco mais distante: São 5 pontos de diferença.