VEXAME EM CASA. BAHIA PERDE PARA O SPORT E A TORCIDA FICA NA BRONCA!

Bahia capa 31-07.jpg

Créditos na imagem


Na tarde deste domingo (30), o Bahia enfrentou o Sport e perdeu por 3 a 1, em jogo apático e amador, deixando a torcida revoltada com jogadores, técnico e diretoria.

Logo no início da partida, o Sport já mostrou para que veio, e mesmo com desfalques de titulares importantes, o Leão da Ilha foi com tudo pra cima do Esquadrão de Aço e não sentiu a pressão de cerca de 20 mil tricolores. A partida foi inteiramente no ritmo do rubro-negro, que com ótimas chances, abriu o placar aos 18', depois de uma sequência de erros do tricolor, Everton chutou para o fundo da rede. Após o gol, o Bahia acordou, foi ao ataque, mas sem jogadas ofensivas, não conseguia finalizar. A maioria das tentativas eram chutes de fora da área que nem  assustavam Magrão. No final do primeiro tempo, a equipe tricolor saiu de campo vaiada.


Bahi 31-07 02-1.jpg

Imagem: Facebook E.C.Bahia


No início da segunda etapa, o Bahia começou bem e colocando pressão em cima do Sport. Até que aos 12', o tricolor conseguiu o empate depois de uma cabeceada de Rodrigão. Mas o rubro-negro não se intimidou, continuou indo pra cima, aproveitando os erros do tricolor para armar contra-ataques. Aos 20', após cobrança de escanteio, a zaga tricolor vacilou e Ronaldo Alves ampliou para o Leão da Ilha. O Bahia sentiu o gol e não acertava mais nada, se a coisa tava feia, piorou já nos acréscimos quando Lenis bateu livre livre para o gol e fim de papo.

A equipe baiana foi bastante vaiada e gritos de #ForaJorginho ecoaram na Arena Fonte Nova. A saída foi bastante conturbada, todos querendo sua opinião sobre a postura da torcida, até que ele falou em entrevista coletiva. Em resumo, ele disse:

“A responsabilidade é minha, já que o poder de escalação é meu. Não gosto de criticar meus jogadores. Nós perdemos muitas bolas, dando contra-ataque ao Sport, o que nos dificultou o jogo. Jogar pelo meio, inclusive, não era nosso foco de jogada”.


Bahia 02 31-07.jpg

Imagem: Facebook E.C.Bahia


O técnico estava bastante confiante para a próxima rodada, mas na manhã desta segunda-feira (31) foi anunciado o seu desligamento.  Sinceramente, na minha opinião, a culpa dessa fase tricolor não é somente dele, muitos julgam as substituições, mas ele não tem opções para escalar. Infelizmente, a equipe tricolor é fraca para disputar a série A. Não temos laterais, Eduardo, Régis, Matheus são péssimos, jogam recuados e não dão apoio ao time. Atacantes que não oferecem risco ao adversário, não chutam, parece que tem medo. Entre outros...

A diretoria tricolor precisa acordar para essa situação, não é de hoje que falamos sofre essas falhas e não é possível que eles não vejam isso. Vamos acordar, Bahia!!!

Com essa derrota, o Bahia permaneceu na 14º posição, com 19 pontos, a dois de distância do Z4. A próxima partida será nesta quarta-feira (2), às 19h30, na Arena Condá, contra a Chapecoense.
 

Saudações tricolores!


Por Thamires Barbosa