Virando a chave: Fla-Flu na Sul-Americana.


Virando a chave_ Fla-Flu na Sul-Americana_ parte 1..jpeg



Lá vamos nós, virar o chave para outro campeonato. Na próxima quarta (25), o Clube de Regatas do Flamengo enfrenta o Fluminense  para mais um clássico, só que dessa vez, quartas de final da Sul-americana. Esse clássico, que é o sexto no ano, traz mais uma onda de decisão, lembrando que juntos já decidiram duas vezes esse ano. Agora está em jogo a vaga para a próxima fase, que será a semifinal.


Fla-Flu ou Flu-Fla vai ser ainda mais quente, ambas as equipes vieram de derrota, no domingo, fora de casa e pelo mesmo placar no campeonato Brasileiro. Em momentos quase distintos no torneio se não fosse a dificuldade de regularidade. Os tricolores tentam se afastar do Z-4, enquanto os rubro-negros tentam se achegar ao G-4.


Novamente o Flamengo decepcionou, ressuscitou mais um "defunto" e comprovou a teoria de que não sabe jogar com vantagem. Mesmo sabendo que seria um jogo difícil, pelo momento diferente, acreditávamos que um empate iria sair, ainda mais depois de uma goleada. Entretanto nosso treinador cisma em testar novas formações enquanto o time precisa vencer de qualquer maneira. Já nossos jogadores parecem apáticos em campo. Fica complicado acreditar, está doloroso confiar.


A Sul-americana virou nossa batalha mais importante nessa reta final. O "fracasso" do vice da Copa do Brasil botou ainda mais lenha para ferver essa panela de pressão. É a chance de salvar nossa temporada desastrosa. O problema não é só a campanha do Brasileiro, foram todas as nossas participações que decepcionaram. Chegamos na final do segundo maior torneio do país, mas a forma como perdemos que deixou nossas feridas e preocupações expostas a todos.


Já teremos dois desfalques, Guerrero continua sentindo dores e Berrío fraturou o joelho e não joga mais essa temporada, com previsão de retorno em pelo menos 8 meses. Agora qual será o time que entrará fica até chato prever, já que Rueda anda restando esquemas e escalações quase em cada jogo. Agora precisamos de um time seguro e entrosado, afinal clássico em decisão é sempre complicado, mesmo que estejam vivendo momentos distintos. A Sula virou a forma mais "rápida" e certeira de uma vaga na Libertadores de 2018, coisa que para ambos querem muito já que pelo campeonato nacional anda difícil.


O Flamengo entra em campo com a pressão de estar jogando fora de casa, mas em casa, já que a partida será no Maracanã às 21h45. Nesse torneio o gol fora é critério de desempate, então por favor Mengão marque e ajude para semana que vem possamos entrar tranquilos ou menos pressionados diante da vossa Nação de apaixonados. Lembre que ali é nossa casa também. Então que o encontro amanhã seja vantajoso para nós e novamente, mais uma vez, sendo redundante mesmo: PAZ NO FUTEBOL, dentro e fora de campo, e que a batalha seja apenas com a bola rolando.


 

"Vamos Flamengo, vamos ser campeão, vamos Flamengo, minha maior paixão, vamos Flamengo e essa taça vamos conquistar"



Possível escalação: Diego Alves, Pará, Juan, Réver, Renê, William Arão, Cuéllar, Éverton, Diego, Éverton Ribeiro e Paquetá (Vinicius Junior).


Paula Barcellos.