Visando manter boa fase e em busca da liderança, Flamengo encara a Ponte Preta

Isso mesmo, a liderança! Flamengo, o time que mais dribla no Campeonato Brasileiro, deu um lençol nas críticas e está na briga no topo da tabela e pode ser líder ainda nessa rodada! No quesito dribles, quem se destaca é Alan Patrick, o camisa 19 é peça chave para o entrosamento da equipe e um craque das quatros linhas. 

FOTO: Uanderson Fernandes/ Agência O Dia/Estadão Conteúdo  

"Cheirinho do Hepta", é uma expressão que tomou conta da nação rubro-negra, que a qualquer momento solta a frase em alusão ao Heptacampeonato do clube. Além dessa expressão "Deixou chegar" e "Estão deixando a gente sonhar", também são muito recorrentes na torcida flamenguista. Sem dúvida, a torcida do Fla é um show à parte com chavões que marcam a trajetória do clube e, principalmente, os títulos.

Para manter essa empolgação, o Fla encara a Ponte Preta, clube dirigido por Eduardo Baptista, que vem tendo bons jogos e surpreendendo na sétima colocação do brasileiro, com 34 pontos, e somente a três do G-4.  

O técnico rubro-negro, em entrevista, se mostrou focado e mantendo os pés no chão.

''O Flamengo tem um grande time, sabe que pode brigar por seus objetivos. Mas, para isso, algumas coisas precisam ser mantidas daqui até a reta final do Brasileirão. A primeira delas é a conquista de quase todos os pontos que disputarmos em casa, mesmo com a gente jogando fora do Rio de Janeiro. É muito mais complicado pontuar no campo do adversário e por isso mesmo temos que nos impor contra a Ponte Preta, mesmo em se tratando de um grande adversário” disse Zé Ricardo.

Como os times vão à campo:

Flamengo: Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão, Diego, Gabriel e Everton; Leandro Damião.

Técnico: Zé Ricardo. 

Ponte Preta: Aranha, Nino Paraíba, Douglas Grolli, Fábio Ferreira e Reinaldo; João Vitor, Wendel e Abuda (Thiago Galhardo); Rhayner, Roger e Clayson.

Técnico: Eduardo Baptista.

Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento. (AL)

Assistentes: Esdras Mariano de Lima Albuquerque, (AL) e Pedro Jorge Santos de Araujo. (AL)

A principal arma da Ponte está no atacante Roger, que vem se destacando na Macaca com seis gols em nove jogos. Visando o grupo da Libertadores, a Ponte será um adversário duro. Já o Flamengo busca uma boa vitória e um tropeço do Palmeiras, que tem um clássico contra o São Paulo. Com a derrota do Alviverde e o triunfo sobre a Ponte o Flamengo se tornaria líder. 

FOTO: esportesmais.com.br

O jogo acontece hoje (07) em Cariacica (ES), onde o rubro-negro segue invicto, no estádio Kleber Andrade, às 21h45 (de Brasília). Expectativa de um jogão, casa cheia, o Flamengo em busca de mais uma vitória e que o ''cheirinho'' continue exalando.

Por Ingrid Souza

Curta Blog Mulheres em Campo