VOCÊ QUER O MUNDO, ANDERSON? EU TE DOU!

Santa Cruz enfrentou o ABC no Frasqueirão, neste sábado (27), pela 14ª rodada da série C e trouxe somente 1 pontinho na bagagem, em grande atuação do goleiro tricolor.

 

Que Anderson é um grande goleiro todo mundo sabe, mas hoje ele se superou. No momento em que o Santa mais precisou, ele estava lá para salvar o tricolor pernambucano de um vexame na reta final da competição.

Resultado de imagem para anderson goleiro do santa cruzAnderson tem atuação perfeita nesta partida decisiva. (Foto: Cassio Zirpoli)

 

Para continuar brigando pela classificação, o Santinha precisava de uma vitória fora e cumprir com suas obrigações dentro de casa, mas o time que hoje defende as cores do Mais Querido é de dar tristeza. Cadê a garra?

O jogo foi de dar desgosto até ao tricolor mais confiante. O ABC começou o jogo mais agressivo, indo para cima do Santa, mas não conseguia chegar com perigo ao gol nos primeiros minutos.

Logo aos 26 minutos, o tricolor experimentou o seu pior golpe na partida: perdemos Pipico. O nosso homem-gol sentiu a perna, sozinho, e precisou ser substituído. Pronto! Era o que faltava para o Santa desembestar a fazer raiva de vez. O alívio era visível. Com a ausência de Pipico, os caras ficaram mais ousados, afinal, ninguém marcaria para o Santa sem o nosso centroavante em campo.

Resultado de imagem para pipico se lesiona no santa cruz

Se doeu em você, Pipico, imagina em mim, que tive que ver o Santa Cruz em campo sofrendo uma pressão desgraçada do ABC! Volte ligeiro! (Foto: Daniel Gomes)

 

O ABC pressionou muito, mas não conseguia finalizar. Algumas vezes por falta de qualidade, outras sortes, mas a maioria é porque Anderson, o melhor goleiro do mundo, estava lá para defender a meta do Santa. Que homem! Obrigada, meu goleiro, por ter evitado mais um vexame do Santa Cruz!

A zaga do Santa para ser ruim, precisa melhorar muito ainda. É muito fácil chutar de dentro da área! Qualquer um, por mais miserável que seja seu futebol, consegue chegar e chutar livremente. Que esculhambação!

Quando não tinha nem mais graça, MM tirou um volante e colocou Augusto, que surtiu efeito, conseguimos mais espaço lá na frente.

Aos 36 min, os donos da casa marcaram um gol, mas estava muito impedido, o bandeirinha sinalizou e o juiz anulou. Diante da anulação, Maurício, zagueiro deles, que não estava no banco e tentou ganhar o jogo no grito, foi expulso e se descontrolou, mas os colegas de equipe conseguiu contê-lo.

No meio de toda essa tortura, Charles ainda conseguiu ser expulso depois do segundo amarelo. Alguém pode me lembrar qual o último jogo que Charles não levou um amarelo? Jogar sem levar um amarelo parece ser impossível para ele e nessa rodada ele dobrou a meta, levou logo dois.

Anderson seguiu fazendo defesas de todo que é tipo e o ataque do Santa Cruz veio fazer uma graça aos 51 min, no último lance da partida, quando Dudu meteu uma bola na trave, Augusto ainda tentou no rebote, mas Edson defendeu.

Ninguém ganhou, ninguém perdeu. Jogo finalizado. Um ponto para cada lado.

Com o empate fora, o Santa Cruz soma 18 pontos e fica na 7ª posição, mesma pontuação do Botafogo-PB, mas uma posição abaixo pelo saldo de gols.

O próximo desafio será no Arruda, sexta-feira (02), às 20h, contra o Imperatriz, que tem 21 pontos.

 

AINDA DEVEMOS ACREDITAR NO SANTA CRUZ?

Três cores, dois nomes, uma paixão: Santa Cruz.

Por Mara Lima